* CADA NOVO DIA É UMA POSSIBILIDADE

poste

“Espera (tenha esperança e expectativa) pelo Senhor, tem bom ânimo (coragem, bravura), e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pelo Senhor” (Salmos 27.14)

Eu costumava acordar desejando que já fosse noite, e à noite desejava que já amanhecesse; enfim, não desfrutava minha vida. Agora procuro viver um dia de cada vez. Deus organizou a vida em um período de 24 horas: dormimos por um tempo e, então, acordamos restaurados para começar tudo de novamente. Deus planejou que cada manhã fosse um começo novo em folha, uma nova oportunidade.

Podemos ir para cama nos sentindo sem esperanças e desanimados, pensando: Simplesmente não aguento mais. Mas, de alguma forma, uma boa noite de descanso nos renova, e despertamos com fé outra vez, pensando: Talvez hoje um milagre aconteça, e eu tenha uma resposta. Posso enfrentar mais um dia. Assim, agradeça a Deus por cada amanhecer.

Joyce Meyer, em “VIVENDO ALÉM DOS SENTIMENTOS”

* NO QUE VOCÊ CRÊ? O QUE VOCÊ CONFESSA?

11046274_848460168552964_7149368390566117942_n

“Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João…Disse então Zacarias ao anjo: Como saberei isto? pois eu já sou velho, e minha mulher avançada em idade….” Lc 1: 13 e 18

É mais fácil uma virgem ou uma estéril engravidar?

As duas situações são igualmente impossíveis, ambas necessitariam da mesma quantidade de fé para que o que foi proposto fosse alcançado.

Eu aposto que a vida toda de Zacarias ele quis ter um filho, imagino que por toda sua vida ele sonhou, orou, clamou ao Senhor por isso. Porém no dia em que foi dada a ele a palavra do Senhor, dizendo que sua mulher, mesmo sendo estéril, engravidaria, a sua fé não alcançou a possibilidade desse fato.

Maria, por sua vez, creio eu, nunca havia imaginado tal coisa – engravidar sendo virgem. Ela nunca sonhou com isso, nunca orou por isso, porém quando lhe foi dada a palavra, ela simplesmente acreditou, a sua fé alcançou, sem duvidar, a onipotência de Deus. E com os lábios ela disse o que tinha em seu coração: “eu sou do senhor que faça a mim conforme a sua palavra.”

Com o coração se crê e com a boca se confessa!!

Maria creu em seu coração e confessou o Senhorio de Deus em sua vida.
Zacarias, mesmo sendo sacerdote, um homem de Deus, mesmo tendo sonhado, orado e clamado ao Senhor, teve uma reação adversa, duvidou do que estava acontecendo, e com a boca declarou a sua incredulidade.

Por um propósito divino, a Palavra se cumpriu na vida de ambos, para gloria de Deus!!

Diante de exemplos como estes, penso que sempre devemos nos questionar o que a nossa fé tem alcançado, o que nosso coração tem crido e nossa boca confessado.

DEVOCIONAL ESTUDOS CRISTÃOS

* REAFIRMANDO A CONFIANÇA

10157400_693938690641766_2459786176141425419_n

“Senhor, por que estás tão longe? Por que te escondes em tempos de angústia?” Sl 10:1

Quem jamais teve este sentimento em relação a Deus?  Quem nunca sentiu-se perdido, sem entender como lidar com a dor ou decepção e, ao mesmo tempo, manter a fé firme no Deus que é bom e que promete cuidar, guardar e guiar? Quando a vida parece negar Deus, nos sentimos sozinhos, abandonados. Embora Deus não nos abandone. E então nossa fé sofre. Em situações assim muito facilmente paramos de orar, quando deveríamos orar mais e falar com Deus sobre como nos sentimos. Foi esta a atitude do salmista.

Deus é bom, é refúgio, é consolo, é amoroso e jamais nos abandona, embora possa deixar que nos sintamos sozinhos. Servos de Deus nas Escrituras viveram essa experiência. Esse salmo é um testemunho disso. O pecado entre nós fez da vida algo complicado, e crer em Deus não significa anular isso. A vida nos surpreende negativamente. Lidaremos com injustiças, doenças, acidentes e tantas outras coisas ruins. Era assim no tempo do salmista e é assim hoje. O pecado destruiu completamente a possibilidade de uma vida plena. Mas Jesus veio trazê-la para nós, de uma outra forma. Uma plenitude que não significa que tudo será como queremos, mas certamente que tudo cooperará para o nosso bem. Ele advertiu: “no mundo vocês terão aflições” (Jo 16.33). Por isso é bem possível que, em algum momento a vida nos fará entender mal a Deus. E precisamos saber lidar com isso.

Uma boa coisa é ir a Deus e dizer como nos sentimos. O salmista fez isso e no processo caiu em si e entendeu que os desarranjos que o incomodavam não se deviam à distância ou desinteresse de Deus, mas à condição humana e ao poder destruidor do pecado que age em nós e contra nós. Diante disso, clamou mais pela interferência de Deus. Não somente isso, ele reafirmou sua confiança em Deus, apesar da vida!

Que nossas orações nos ajudem a ter mais clareza sobre a vida e sobre Deus. Nem sempre Ele precisa falar. A resposta que buscamos pode estar no que falamos. E tenhamos certeza: Ele jamais nos abandona!

DEVOCIONAL IBPC

* O FOCO

10509772_853176698046243_8742781276421773231_n

Quer trazer foco à sua vida? Faça o que Jesus fazia. Vá para casa, ame sua família, e cuide do que é seu! Seu primeiro campo de missão está sob o seu telhado. Como você acha que pessoas acreditarão em você do outro lado do mundo, se você não é acreditado pelas que estão do outro lado do corredor da sua casa?

Mas, Max, eu estou pronto para fazer grandes coisas para Deus! Ótimo! Faça-as no seu trabalho. Seja um bom funcionário. Chegue na hora, com uma boa atitude. Não reclame, nem se queixe. Faça como Colossenses 3:23 diz, “Tudo o que fizerem, façam de todo coração, como para o Senhor, e não para os homens.”

Por que você não para por alguns minutos e avalia sua direção? Pergunte a si mesmo, “Estou servindo a Deus agora?” Apesar do que tem controlado você no passado – nunca é tarde para colocar sua vida no caminho certo!

Max Lucado, em “SIMPLESMENTE COMO JESUS”

* EXPECTATIVA E FÉ

capa-facebook-estrela

Expectativa e fé, embora semelhantes, não são a mesm a coisa. Um cristão instruído não confundirá as duas.

A fé verdadeira jamais estará sozinha; ela sempre estará acompanhada pela expectativa. O homem que crê nas promessas de Deus espera vê-las cumpridas. Onde não existe expectativa, não existe fé.

Contudo, é bem possível existir a expectativa sem que exista a fé. A mente é perfeitamente capaz de confundir um forte desejo com a fé. Na verdade a fé, da forma em que é comumente entendida, não passa de um desejo combinado com um agradável otimismo. Alguns escritores conquistam bons lucros promovendo essa pretensa fé que se supõe criar um pensamento “positivo”, em oposição à atitude mental negativa. Os seus ensinamentos são muito bem recebidos pelo coração daqueles afligidos por uma compulsão psicológica para crer, e que lidam com os fatos pelo simples expediente de não levá-los em conta.

A fé verdadeira não é formada do mesmo material de que são feitos os sonhos; antes ela é consistente, prática e totalmente realista. A fé vê o invisível, mas ela não vê aquilo que não existe. A fé ocupa-se com Deus, a grande Realidade, que deu e dá existência a todas as coisas. As promessas de Deus estão de acordo com a realidade, e qualquer que confia nelas entra num mundo real, e não fictício.

A fé introduz um outro elemento em nossa vida. “Pela fé entendemos” é a palavra que alça nosso conhecimento a um nível superior. A fé se ocupa com fatos que foram revelados do céu e que, por sua natureza, não reagem a testes científicos. O cristão conhece como verdade alguma coisa não porque a verificou por meio de alguma experiência, mas porque Deus a declarou. As suas expectativas nascem da sua confiança no caráter de Deus. “Bem-aventurada a que creu, porque serão cumpridas as palavras que lhe foram ditas da parte do Senhor” (Lucas 1.45).

Todo grande mover de Deus é precedido por um senso de forte antecipação. A expectativa sempre acompanhou as operações do Espírito. As Suas intervenções dificilmente pegam de surpresa o cristão que ora, porque ele aguarda com expectativa o agir do Senhor. As Suas bênçãos seguem as suas expectativas, caro leitor.

A. W. Tozer, em “DEUS FALA COM O HOMEM QUE CRÊ”

* DIGNO DE TODA HONRA

outono-712x264

No Salmo 9, o salmista faz quatro declarações de louvor ao Senhor. Primeiro, ele diz “Senhor, quero dar-te graças de todo o coração e falar de todas as tuas maravilhas” (v.1). Em seguida, em “ti quero alegrar-me e exultar e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo” (v.2). Depois, “cantem louvores ao Senhor que reina em Sião; proclamem entre as nações os seus feitos” (v.11). Por fim, ele declara “para que, junto às portas da cidade de Sião, eu cante louvores a ti e ali exulte em tua salvação” (v.14).

É mesmo um lindo salmo, com dois aspectos essenciais que devem marcar qualquer atitude de louvor.

O primeiro aspecto tem a ver com o fato de o salmista louvar a Deus pelo que Ele é. Veja as declarações que Deus é eterno (v.7), é rei (v.7,11), é juiz (v.8,16) e inspira confiança (v.10). São atributos que impôs à alma daquele homem o desejo ardente de louvar, de cantar as maravilhas do Senhor.

Não menos importante, no segundo aspecto, o salmista louva a Deus pelo que Ele realiza. O salmista reconhece os feitos de Deus em dois níveis: pessoal e coletivo. No nível pessoal, louva a Deus, pois o Senhor defende o seu direito e a sua causa (v.4); destroi os inimigos (v.3); é refúgio para os oprimidos (v.9); não abandona aqueles que o buscam (v.10b); pede conta do sangue derramado (v.12); vê o sofrimento que os outros lhe afligem (v.13).

No nível coletivo, o salmista percebe um Deus que repreende as nações (v.5); que arrasa o inimigo totalmente (v.6); julga o mundo com justiça (v.8); derrama sobre as nações as armadilhas que elas mesmas preparam (v.15); não esquece os pobres, nem frustra a esperança dos necessitados (v.18); domina sobre todo o poder humano (v.19, 20).

Não devemos esquecer que independente de Deus fazer qualquer coisa para nós, Ele é Deus e merece nosso louvor. Num mundo cristão em que a barganha passou a ser uma marca essencial na relação entre Senhor e servo, as pessoas estão comumente referindo-se a Deus apenas pelo que Ele faz.

Mas, um nível superior de louvor acontece quanto está em jogo não um benefício recebido, mas o reconhecimento da majestade de Deus. A percepção da nossa pequenez ante a grandeza do Senhor. 

Louvar a Deus pelos seus atributos é suplantar a base relacional baseada somente na troca. Para o salmista os dois aspectos são essenciais. Ele não deixa de reconhecer os feitos de Deus, mas o faz acompanhado de um louvor genuíno de gratidão por aquilo que Deus é. Que seja também nossa prática.

REFLEXÕES CRISTÃS

* PAZ E PACIÊNCIA

perola1

“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize (não se permitam serem agitados e perturbados; e nem estarem amedrontados, intimidados, acovardados e inquietos)” (João 14.27)

A Palavra de Deus promete que a pessoa paciente será perfeita e completa, e não lhe faltará coisa alguma. (Tiago 1:4). Uma pessoa paciente é poderosa, mesmo que as circunstâncias apresentem-se difíceis e desafiadoras.

A pressa afeta sua vida espiritual. Jesus não era apressado. Não podemos imaginá-lo correndo e dizendo a seus discípulos: “Vamos, rapazes, levantem-se! Rápido, rápido, apressem-se! Deixem este acampamento limpo. Vamos para a próxima cidade, temos algumas pregações a fazer. Aprontem os camelos, depressa, vamos, vamos”! Quando pensamos em Jesus, o que nos vem à mente é paz. Ele detinha-se o suficiente para ouvir a Deus durante todo o dia. Devemos sintonizar nossos passos com os Dele hoje.

Joyce Meyer, em “SEGREDOS PARA UMA VIDA EXCEPCIONAL”

* AQUELE QUE GUIA, GOVERNA E ENSINA

Garden view with red brick garden shed and traditional grass roller

Assim como você não conhece o caminho do vento, nem como o corpo é formado no ventre de uma mulher, também não pode compreenderas obras de Deus, o Criador de todas as coisas.” Ec 11.5

Deus conduz e direciona o seu povo de maneira misteriosa. Na Bíblia lemos: “A tua vereda passou pelo mar, o teu caminho pelas águas poderosas, e ninguém viu as tuas pegadas” (Sl 77.19). O próprio Cristo disse a Pedro: “Você não compreende agora o que estou lhe fazendo; mais tarde, porém, entenderá” (Jo 13.7).

Precisamos aprender como Deus guia o seu povo enquanto este cresce e se desenvolve. Frequentemente, eu também tento ditar para o nosso Senhor Deus a forma como espero que ele faça as coisas. Eu já disse muitas vezes: “Ó, Senhor, tu poderias, por favor, fazer isso assim e fazer com que aconteça daquele jeito?”.

Mas Deus, muitas vezes, fez exatamente o oposto, mesmo eu dizendo para mim mesmo: “Essa é uma boa sugestão, que trará honra a Deus”. Sem dúvida, Deus deve ter rido da minha “sabedoria” e dito: “Tudo bem, eu sei que você é uma pessoa inteligente e bem educada, mas eu nunca precisei que um Pedro, um Lutero ou qualquer outra pessoa me ensinasse, informasse, governasse ou guiasse. Ao contrário, eu sou aquele que conduz, que governa e que ensina o povo”.

Retirado de “SOMENTE A FÉ – UM ANO COM LUTERO”

* BÊNÇÃOS PARA NÓS

BEN

“Essas bênçãos são para vocês.”  1Pe 1:5

Setecentos anos antes de Cristo, o profeta Isaías parou o trânsito de Jerusalém e gritou para o povo: “Olhem! Vejam! O braço do Eterno não foi amputado – Ele ainda pode salvar” (Is 59.1).

Esse braço não amputado nem enrijecido nem curto demais nem encolhido desce até nós, está à nossa frente. A sua mão está cheia até não caber mais. São bênçãos e mais bênçãos. A mão está aberta e não fechada. Essas bênçãos são para nós, quantas forem necessárias; quantas pudermos pegar. As bênçãos são tantas e tão variadas, que o apóstolo Paulo, alguns anos depois de Tiago, escreve a mesma coisa aos efésios: “Agradeçamos ao Deus e Pai do nosso Senhor Jesus Cristo, pois Ele nos tem abençoado por estarmos unidos com Cristo” (Ef 1.3).

Há coisas que temos, mas não sabemos que temos. Há coisas que temos e sabemos que temos, mas dizemos. Há coisas que temos e sabemos que temos, mas não nos apropriamos delas. Daí a palavra de Pedro: “Essas bênçãos são para vocês que, por meio da fé, são guardados pelo poder de Deus para a salvação que está pronta para ser revelada no fim dos tempos” (1.5).

Quais são essas bênçãos que são nossas, que estão em nosso nome? São as bênçãos da salvação. Nem todas são para o tempo presente, como nem todas são para o tempo futuro. Nem todas dizem respeito à alma, como nem todas dizem respeito à mente e como nem todas dizem respeito ao corpo. Porque a salvação é ampla e completa, as bênçãos retiradas da mão cheia suprem todas as nossas variadas necessidades e aspirações. Desde que a cortina do tabernáculo se rompeu, nossa atual carência não é culpa de Deus— As mãos de Deus nunca ficam vazias!

Elben César, em “REFEIÇÕES DIÁRIAS COM OS DISCÍPULOS”

* SOCORRO, SENHOR!

4a900498012e978c123139180a6d

“Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.” Sl 22:24

O Salmo 22, exclamado por Jesus no Calvário, descreve a angústia humana e declara o socorro divino. Diz o Salmista: “Ele não abandona os pobres, nem esquece dos seus sofrimentos. Ele não se esconde deles, mas responde quando gritam por socorro.” (Salmo 22:24).

O náufrago grita por socorro. Diante da desesperança, o grito por socorro é exclamado do profundo da alma. Pedir socorro não é o mesmo que uma educada solicitação de ajuda. Implorar socorro é uma declaração de que tudo está perdido, de que as próprias forças se esvaíram. Gritar por socorro é a falência dos próprios recursos e o implorar por ajuda externa.

A Bíblia foi escrita para nós, que vivemos gritando por socorro. Que, apesar de todos os esforços sinceros, ainda nos vemos machucados, movidos pelas pressões do mundo, cansados pelas próprias incapacidades. O Salmista escreveu para os necessitados de socorro. E escreveu baseado na própria experiência de dependência de Deus. A mensagem da Bíblia para os desesperançados é forte: o Senhor “não se esconde deles”, “nem se esquece dos seus sofrimentos”. Quando tudo falhou, o Senhor responde aos que gritam por socorro.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO

* O CAMINHO DA AJUDA

6d506530012eccfa123139171260

“Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem? Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram.” Lc 24:16 e 31

Que revelação para os dois discípulos que iam para Emaús após a Páscoa! eles estavam em Jerusalém no momento da crucificação e, portanto, se encontravam bastante tristes porque Aquele em quem haviam depositado todas as suas esperanças quanto à redenção de Israel tinha morrido.

Agora estavam na jornada de volta pra casa. O Senhor Jesus conhecia a angústia deles e não os deixaria sofrer desnecessariamente. “O mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles” (v. 15), mas eles não o reconheceram. Contudo, o Senhor Jesus ajustou o foco deles ao que as Escrituras diziam sobre o Cristo: que Ele deveria sofrer todas essas coisas para que entrasse em sua glóra.

Foi somente quando o convidaram para ficar na casa deles e participar da refeição que puderam perceber QUEM os acompanhava. O Senhor tomou o pão, deu graças e o partiu, e assim eles o reconheceram. Embora tenha desaparecido imediatamente, a fé daqueles dois discípulos foi reacendida. Eles retornaram no mesmo instante para Jerusalém a fim de contar aos outros esta maravilhosa experiência.

Você certamente já passou, ou passa neste momento, por alguma situação que abalou sua fé. Perceba que o Senhor prometeu estar sempre conosco, até o fim dos tempos (Mateus 28:20). E irá lhe consolar, ajudar você, orientar você e atrair sua atenção para Ele mesmo, você vai experimentar “que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia” (Salmo 34:8).

“Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas” (Provérbios 3:5-6).

DEVOCIONAL ENCONTRE A PAZ

* A IMPORTÂNCIA DO DESCANSO

images (8)

A vida pode estar tão barulhenta que esquecemos de desligá-la. Talvez é por isso que Deus deu tanta ênfase ao descanso nos Dez Mandamentos! Dos dez, qual é que ocupa mais espaço? Assassinato? Adultério? Roubo? Você pensaria que sim. Mas, curiosamente, estes mandamentos são bastante breves. Deus só precisou de cinco palavras em inglês para condenar todos eles.

Mas, quando chegou ao assunto de descanso, levou um parágrafo inteiro de Êxodo 20:8-11. “Mas… mas… quem vai cuidar do negócio?” Levantamos uma desculpa atrás de outra, mas, Deus cala todas com uma lembrança singela. “Em seis dias o Senhor fez os céus e a terra, o mar, e tudo o que neles há, e depois ele descansou no sétimo dia.” A mensagem de Deus é clara. Se a criação não desabou quando eu descansei, não vai desabar quando você descansar!

MAX LUCADO, em “ALIVIANDO A BAGAGEM”

* SONHOS GRANDES NAS MÃOS DE UM GRANDE DEUS

imagens-paisagens-suicas-1

“A vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.” Lya Luft

É necessário que você tenha consigo algo que o motive a viver além do aqui e do agora. A qualidade da sua jornada nesta vida depende de quão envolvente e empolgante é o destino que você está procurando alcançar.

Um destino, pela sua própria definição, tem a ver com algo além do presente. Qual é o seu destino? Qual é o grau do seu compromisso com ele? Se você se encontra continuamente fora da sua rota, talvez é porque tudo o que você necessita é de um sonho maior. William Carey estava absolutamente certo ao afirmar que o tamanho do seu Deus é que irá determinar o tamanho dos seus sonhos.

É se encontrando com Deus que você tem o seguro acesso aos seus sonhos. Sonhe grandes sonhos, permita que eles o motivem e o envolvam porque, quando eles se tornam relevantes, você será irresistivelmente atraído a eles. Só mesmo quem valoriza e respeita o seu próprio futuro é que pode transformá-lo em algo brilhante.

Para Meditação:
“Sede fortes, e revigore-se o vosso coração, vós todos que esperais no Senhor.” Salmos 31:24

DEVOCIONAL ENCORAJAMENTO

* NOSTALGIA NÃO, ESPERANÇA!

148018_Papel-de-Parede-Folha-seca--148018_1280x800

Recentemente, percebi que todas as fotos e recordações em meu escritório representam o passado. Considerei removê-las, mas, imaginei se essas lembranças de pessoas, lugares e eventos poderiam servir a algum propósito além da nostalgia. Para evitar ficar atolado no passado, eu precisava descobrir o valor daqueles itens para o hoje e o amanhã.

Quando o povo de Deus atravessou o Rio Jordão e entrou na Terra Prometida, Ele disse ao seu líder, Josué, para escolher 12 homens, fazer cada um tirar uma pedra do meio do rio e carregá-la até o local de acampamento daquela noite (Josué 4:1-5). Josué dispôs as pedras como um memorial para que, quando as futuras gerações perguntassem: “…Que vos significam estas pedras?”, eles pudessem contar-lhes a respeito da fidelidade de Deus em conter a água enquanto eles atravessavam (vv.6-7).

Como seguidores de Cristo, é bom termos provas tangíveis da ajuda de Deus no passado. Aquelas recordações nos lembram de que Sua fidelidade continua hoje, e poderemos segui-Lo confiantemente em direção ao futuro. Nossas “pedras” também podem ajudar outras pessoas a saberem que a mão de Deus é poderosa, e nos encoraja a confiar no Senhor nosso Deus para sempre.

As recordações do que Deus fez por nós podem ser memoriais para construirmos o hoje e o amanhã. Se ELE fez grandes coisas por nós no passado, certamente fará hoje, fará novamente quando necessitarmos.

DEVOCIONAL PÃO DIÁRIO

* LUZ DISSIPANDO TREVAS

Cherry blossoms along Willamette river, USA

“Na sua aflição, clamaram ao Senhor, e ele os salvou da tribulação em que se encontravam. Ele os tirou das trevas e da sombra mortal, e quebrou as correntes que os prendiam.” Sl 107:13-14

Tudo é obscuro quando não há luz. Se não possuímos a luz verdadeira, vivemos em trevas. Quando, porém, temos dentro de nós a luz inextinguível do Senhor, nunca vivemos em escuridão total.

Temos acesso à luz do Senhor quando recorremos ao privilégio que temos de orar, levando a Ele nossas ansiedades, dúvidas e medos. Quando nos derramamos diante Dele, sua luz começa a afastar as trevas que nos assombram. Nos momentos de aflição, não hesite em entregar-se ao Senhor todo-poderoso. Confie apenas Nele, creia que Ele está pronto a livrá-lo das sombras e a quebrar as correntes que o aprisionam.

Realmente não temos ideia plena do poder que Deus tem, somos pequenos demais para entendermos a extensão desse poder. Por meio da oração ao Senhor este poder é nosso, está ao nosso alcance.

Agradeça a Deus porque, mesmo nos momentos mais sombrios, Ele tem tesouros reservados para você. Sejam quais forem as circunstâncias que você esteja atravessando, a presença e a graça de Deus estão prontas a confortá-lo e a iluminá-lo.

Stormie Omartian, em “BOM DIA!”

* VERDADEIRA IDENTIDADE

sunrise

Tornar-se uma nova pessoa significa perder o que hoje chamamos de “nós mesmos”. Temos de sair de nós mesmos e adentrar em Cristo. A nossa vontade e os nossos pensamentos devem se tornar como os Dele. Temos de ter a “mente de Cristo”, como dizem as Escrituras. Porém, se Cristo é um, e Ele está em todos nós, isso significa que somos todos exatamente iguais? Certamente soa como se fosse assim; mas na verdade não é nada disso.

É difícil conseguir uma boa ilustração, pois é claro que nenhuma coisa se relaciona com outra da mesma forma que o criador relaciona-se com qualquer de suas criaturas. Porém, tentarei apresentar duas ilustrações muito imperfeitas que podem nos dar uma noção da verdade. Imagine um grupo de pessoas que sempre viveu no escuro. Então você tenta lhes descrever a luz. Você pode até dizer que, se elas vierem à luz, essa luz incidirá sobre todas elas e que assim se tornarão o que chamamos de visíveis. Não é bem possível que elas imaginem que, se receberem todas a mesma luz e reagirem da mesma forma (isso é, todas refletindo a luz), todas acabarão parecidas? Porém, você e eu sabemos que a luz, de fato, revelará o quão diferentes essas pessoas são. Ou então, imagine uma pessoa que não saiba nada sobre o sal. Ao lhe dar uma pitada para provar, ela expressará um gosto forte e intenso, todo particular. Então você lhe contaria que no seu país as pessoas usam sal em toda a culinária. E ela poderia perguntar: “Nesse caso, eu suponho que todos os seus pratos tenham exatamente o mesmo gosto, porque o gosto deste condimento que provei é tão forte que absorveria o gosto de tudo o mais”. Porém, você e eu sabemos que o efeito real do sal é exatamente oposto. Longe de tirar o gosto do ovo, do fígado ou do repolho, na verdade, ele os ressalta ainda mais. Esses alimentos não mostram o seu gosto verdadeiro enquanto o sal não é adicionado.

Retirado de Um Ano com C. S. Lewis

* QUEM TEM OUVIDOS PARA OUVIR, OUÇA!

01-GermanoSchuur-MorroReuter

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.” Mt 7:7-8

Deus deixou registrado em Sua Palavra diversas promessas sobre a resposta às orações. Jesus nos disse que aquele que pede, busca e bate irá receber, encontrar e ver a porta se abrir. Esta é uma preciosa promessa que jamais poderemos ignorar. Deus está acessível, vai nos ouvir e trabalhará em nosso favor, de acordo com Seus propósitos soberanos.
Ao entrar na presença de Deus, PEÇA. Além de pedir, BUSQUE, isto é, insista na oração até ter a certeza de fé de que foi ouvido. E por fim, BATA, isto é, aguarde insistentemente até que a porta se abra para você. Essa infalível promessa de Cristo foi dita a nosso respeito, por isso, mergulhe sua alma no profundo mar da oração, e receba as maravilhas celestiais reservados aos fiéis.

É tempo de pedir, buscar e bater. Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO

* VIVA O HOJE

 

“Tenho dito estas palavras para que a minha alegria esteja em vocês e a alegria de vocês seja completa.” Jo 15:11

Escute hoje a voz de Deus. Hoje é o tempo de você viver, o amanhã é fruto do que fazemos agora e a semente que você plantar hoje será o fruto do amanhã, por isso mexa-se hoje.

Tudo continuará como está, se o hoje não for vivido intensamente, o tédio só existe para quem o alimenta. Os passos que você der hoje refletirão no seu amanhã.

Inicie hoje sua construção. Dê agora o 1º passo. A vida acontece hoje, agora e não amanhã.

Observe agora o que está ao seu redor e faça deste instante um momento bonito. Não perca mais tempo com lamentações: Eu poderia ser isso… Eu poderia ter feito aquilo… Eu poderia ter tomado àquela decisão… Não temos como voltar atrás em relação ao passado, mas temos como tomar decisões em relação ao presente. Deus está ao seu lado para te ajudar e foi Ele quem disse: “Portanto não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã trará suas próprias preocupações. Basta a cada dia o seu mal”. Mateus 6:25, 33, 34

Viva, portanto, o hoje da melhor maneira possível. Lembrando que toda conquista do futuro tem base no que fazemos agora. Convide Deus para guiar os seus passos, pois sem Ele nós nada podemos fazer.

Que Deus abençoe o seu dia!

DEVOCIONAL SAL E LUZ

* UMA QUESTÃO DE ATITUDE

paisagem2-712x264

A medida máxima de um homem não é feita a partir de onde ele se firma em momentos de conforto e conveniência, mas sim a partir de onde ele se firma em tempos de adversidades.  Martin Luther King

A sua atitude é o filtro através do qual os momentos da sua vida são vistos, conhecidos e valorizados. Aquilo que lhe atinge ou não atinge, aquilo que te emperra ou impulsiona, em grande parte, cabe a você decidir.

A vida pode estar cheia de injustiça e miséria ou ela pode ser um desafio revigorador e oportunidades de preciosas realizações. Muito depende da maneira em que você a encara ou trata as circunstâncias que surgem em seu caminho.

Algumas pessoas foram abençoadas com muitas vantagens e terminaram em ruína. Outras começaram essa vida com aparentes e imensas desvantagens e ainda assim se levantaram em posições de relevância e magnitude. No dia de hoje, seja o que for que esse dia possa lhe trazer, tome a decisão de olhar primeiramente para as positivas possibilidades que Deus já está lhe proporcionando. Lembre-se: a sua resposta é que fará toda a diferença.

Para meditar “Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.” Rm 12:21

ENCORAJAMENTO.COM

* CORAGEM PARA ESPERAR O MELHOR

dentedeleao2-712x264

“O ímpio foge, embora ninguém persiga, mas os justos são corajosos como o leão” (Provérbios 28.1)

Uma das principais razões pelas quais as pessoas não oram e relutam em pedir a Deus o que precisam e desejam é por que não se sentem dignas. Elas não se sentem bem consigo mesmas; não sentem que são espirituais o bastante, então não acreditam que Deus as ouviria. Todos nós cometemos erros e quando fazemos isso devemos receber o perdão e a misericórdia de Deus, o que permite que as bênçãos Dele fluam, mesmo quando cometemos erros no passado.

Quando falamos com Deus e fazemos pedidos a Ele, precisamos entender a nossa posição como filhos e filhas de Deus que foram justificados por meio do sangue de Jesus. De outro modo, podemos não ouvir a Sua voz claramente ou perceber as Suas respostas com precisão. De fato, costumamos pensar que a nossa justiça se baseia em fazer as coisas “certas” – em dizer as palavras “certas”, nos comportarmos da maneira “certa” ou termos a atitude “certa”. A verdade é que não podemos nos tornar justos. A verdadeira justiça bíblica não se baseia no que fazemos de certo, mas no que Jesus fez por nós.

A Sua justiça se torna nossa pela fé, e logo que acreditamos nisso, então, passamos a ter um comportamento cada vez mais certo. Mas precisamos sempre nos lembrar de que Deus responde às nossas orações porque Ele é bom, e não porque nós somos bons. Podemos nos aproximar Dele com ousadia em oração e esperar ouvi-lo diariamente.

Joyce Meyer, em “OUVINDO DEUS A CADA MANHÔ

* A PRISÃO DA FALTA

paisagem22-712x264

Venha comigo para a prisão mais populosa do mundo. O nome dela é FALTA – a prisão da falta. Você já viu os seus prisioneiros. Eles querem algo maior. Mais bonito. Mais rápido. Mais magro. Eles querem um emprego novo. Uma casa nova. Um cônjuge novo. Se você se sente melhor quando tem mais e pior quando tem menos – você está na prisão da falta. Se sua felicidade vem de algo que você deposita, dirige, bebe ou digere, então encare – você está na prisão da falta!

A boa notícia é, você tem uma visita. É o salmista, Davi. “Tenho um segredo para contar-lhe”, ele sussurra “o segredo da satisfação”. De Salmos 23:1, “O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta”. Davi encontrou onde o descontentamento morre. É como se ele estivesse dizendo, “O que eu tenho em Deus é maior do que eu não tenho na vida”. Ah, que você e eu possamos aprender a dizer o mesmo!

Max Lucado, em “ALIVIANDO A BAGAGEM”

* SIGA O ROTEIRO DE DEUS!

arcoiris2-712x264

No jogo de golfe, a lógica diz, “Não tente o green!” (área final, na qual se encontra o buraco propriamente dito). O básico do golfe diz, “Não tente o green”. Mas eu digo, “Dê o meu driver (taco de golfe utilizado para atingir grandes distâncias), eu vou tentar o green!” O golfe revela muito sobre uma pessoa. Não preciso de conselho – paft! Posso cuidar disto sozinho – puft!

Você se identifica? Nós queremos fazer as coisas do nosso jeito. Esqueça o jeito fácil e esqueça o melhor jeito. Esqueça o jeito de Deus. Teimosia demais. Independência demais. Autoconfiança demais. Tudo o que eu precisava fazer era pedir desculpa, mas eu tinha que discutir. Tudo o que eu precisava fazer era escutar, mas eu tinha que abrir a minha boca grande. Tudo o que eu precisava fazer era ser paciente, mas eu tinha que assumir o controle. Tudo o que eu precisava fazer era entregar para Deus, mas eu tentei consertar do meu jeito.

A Escritura diz, “Faça do jeito de Deus”. A experiência diz, “Faça do jeito de Deus”. E de vez em quando, fazemos! Talvez até consigamos o green.

Max Lucado – www.maxlucado.com

 

* UM LUGAR ESPECIAL

mulher de reputação duvidosa de Jericó encontrou a Deus! Ou melhor dito, Deus achou Raabe a meretriz. Ele achou um coração de ternura na difícil cidade de Jericó e foi alcançá-la para salvar ela. Ele teria salvo a cidade toda, mas ninguém mais fez o pedido. Mas aí é que está, Raabe a meretriz tinha uma vantagem. Ela não tinha nada a perder. Ela estava no pior patamar. Ela já tinha perdido a sua reputação. Ela estava no fundo do poço.

Talvez isso é onde você também se encontra. Você até não ter vendido o seu corpo, mas você vendeu sua fidelidade, afeição, atenção e talentos. Você está esgotado. Dias de glória? Possivelmente para ele ou para ela. Mas não para mim. Eu estou muito acabado, sujo. Eu pequei demais. Não há Dias de Glória para mim! A resposta em apenas uma palavra de Deus? Raabe! Deus teu um lugar para as Raabes do mundo! Ele tem um lugar para você!

Max Lucado

* PALAVRAS ABENÇOADORAS

Se vocês crescerem como uma árvore saudável, irão produzir frutos saudáveis. Mas, se a árvore for doente, os frutos serão podres. Os frutos nos revelam a verdade sobre a árvore. A mente de vocês parece um ninho de cobras. Como dar crédito ao que dizem, já que são tão tolos? É o coração, não o dicionário, que dá significado às palavras. A pessoa de bem produz boas obras e boas palavras todo o tempo, mas a pessoa má é como praga no pomar. Permitam-me dizer uma coisa: cada uma dessas palavras impensadas voltará para assombrá-los. A hora da prestação de contas vai chegar. As palavras são poderosas. Levem-nas a sério. Elas podem ser a sua salvação, mas também podem condená-los. (Mateus 12.33-38)

“Mas eu realmente não quis dizer isso.” A desculpa é bem conhecida, entretanto inaceitável. Toda palavra revela o que já está no coração. Aquilo do que o coração está cheio, seja o que for, bom ou ruim, revela-se nas palavras de nossa boca.

O que suas palavras revelam sobre seu coração?

Prende, ó Deus, minha vida profundamente em tua obra redentora de modo que as palavras que, inesperada e acidentalmente, saem de minha boca sejam palavras de louvor e exclamações de confiança. Amém.

Retirado de Um Ano com Jesus Eugene H. Peterson

* CUIDADO DE PAI

Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará aquele que te guarda. Sl 121:3

Ainda me lembro quando meus filhos eram pequenos. Entrava escondido no quarto deles e olhava-os dormir. Às vezes queria verificar se estava tudo bem quando estavam doentes. Às vezes era apenas para sentar e orar por eles, juntando-me ao Senhor, enquanto Ele cuidava deles durante seu sono. Às vezes era para me banhar na graça e maravilha do amor de Deus por me dar tais bênçãos.

Mesmo agora quando são bem maiores, adoro entrar no quarto deles para orar, contemplando estes presentes preciosos do Pai. Saber que meu Aba Pai cuida de mim da mesma forma, porém com mais alegria e gozo ainda, me enche com gratidão.

ILUMINALMA

 

* ABATIDO E FIRME

Preparam armadilhas para os meus pés; fiquei muito abatido. (Sl 57.6.)

O abatimento é uma experiência muito desagradável. Sobretudo quando não estamos acostumados com ele, quando é uma novidade para nós. É disso que se queixa o salmista: “Fiquei muito abatido” (Sl 57.6). Ele não estava abatido até que tomou conhecimento de uma investida da parte dos que não o queriam bem. De um degrau mais alto desceu para um degrau mais baixo. De uma situação mais confortável desceu para uma situação menos confortável. De uma condição de ânimo desceu para uma condição de desânimo. A queda afetou a saúde espiritual, a saúde emocional e a saúde física. Trouxe algum transtorno para o homem todo.

Essa não é a primeira nem a última vez que o salmista passa por esse desconforto. Ele já havia confessado: “Estou encurvado e muitíssimo abatido” (Sl 38.6). Já havia se questionado: “Por que você está assim tão triste, ó minha alma?” (Sl 42.5, 11; 43.5).

Naturalmente há muitos graus de abatimento, do brando ao pavoroso. A durabilidade também varia muito, daquele minutinho de desânimo ao desânimo crônico. O abatimento tem sinônimos leves (desalento, desânimo) e sinônimos assustadores (depressão).

No caso em foco, o salmista soube lidar com a má notícia e com o transtorno que ela causou. De tal modo que, no mesmo poema, ele declara não só o seu abatimento (“Fiquei muito abatido”), mas também a sua firmeza (“Meu coração está firme, ó Deus”). Uma afirmação segue a outra.

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmo

* NOVA CRIAÇÃO

Muitos Cristãos vêem sua conversão como um lava jato. Você entra como um sujo sucateado e sai com seus pecados lavados – um sucateado limpo. Mas, a conversão é mais que a remoção de pecado. É um depósito de poder. É como se um motor de uma Ferrari fosse implantado em seu carro. Deus tirou o velho motor, coberto e rachado com rebelião e maldade, e o trocou por uma versão acelerada e rugindo dele mesmo.

O Apóstolo Paulo descreveu isto como sendo “nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas” (2 Coríntios 5:17). Você está equipado plenamente. Você precisa de mais energia? Você tem. Mais bondade? É sua.

Hebreus 13:21 promete que Deus “os aperfeiçoe em todo o bem para fazerem a vontade dele”. É só pisar no acelerador. Deus lhe deu tudo que você precisa para viver uma vida santa!

MAX  LUCADO

* VOCÊ CONSEGUE!

Está na hora de declarar guerra contra a peste chamada “Eu não consigo”. Ela ataca nosso auto-controle com “eu não consigo manter um emprego” e ataca nossos casamentos com “eu não consigo perdoar”. Ela ataca até a nossa fé com “eu não consigo acreditar que Deus me ama.

 

Se Josué tivesse murmurado estas palavras quem o teria culpado? Josué 1:1 começa com más notícias, “Meu servo Moisés está morto”. Perder Moisés era perder a causa. Imagine o desânimo, a angústia, o medo! E no entanto, Deus disse a Josué “Moisés está morto. Agora, pois, você e todo este povo preparem- se para atravessar o rio Jordão e entrar na terra que eu estou para dar aos israelitas.” Moisés pode estar morto, mas Deus está vivo! Mesmo assim, Josué tinha motivos para dizer “não consigo”. Moisés estava morto. E o povo de Canaã comiam pessoas como os Israelitas para o café da manhã! Mas, Josué nunca declarou a derrota. Deus lhe deu motivos para crer. A vitória era certa, porque a vitória era de Deus! O mesmo é verdade para você.

MAX LUCADO

* TOMEM O JUGO LEVE

Vocês estão cansados, enfastiados de relGOigião? Venham a mim! Andem comigo e irão recuperar a vida. Vou ensiná-los a ter descanso verdadeiro. Caminhem e trabalhem comigo! Observem como eu faço! Aprendam os ritmos livres da graça! Não vou impor a vocês nada que seja muito pesado ou complicado demais. Sejam meus companheiros e aprenderão a viver com liberdade e leveza. (Mateus 11.28-30)

O dia está repleto de possibilidades. A ordem de Jesus desperta-nos de uma timidez sonolenta. Ele não nos pede para ir ao mundo e conquistá-lo, mas nos chama a carregar o jugo com ele. Ele não nos pede para fazer algo que não promete fazer conosco. O convite para estarmos com ele é maior do que a ordem que nos envia ao mundo.

Como funciona o jugo de Jesus em sua vida?

“Vinde a mim, vós, cansados, e eu vos darei descanso. Ó bendita voz de Jesus, que vem aos corações oprimidos! Ela fala de bênção, de perdão, de graça e de paz, da alegria que não tem fim, do amor que não pode cessar.” Amém.

Retirado de Um Ano com Jesus [Eugene H. Peterson]

* CONFIANDO CONTINUAMENTE

Salmos 27:3 – Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, nisto confiaria.

Confiar em bons resultados, quando tudo ao redor parece ajudar, é coisa muito fácil, sem grandes envolvimentos. A experiência do rei Davi com o seu Deus lhe ensinou uma postura inusitada: “Ainda que um exército inteiro me cerque, não terei medo. Inda que os meus inimigos me ataquem, continuarei confiando em Deus” (Salmo 27:3).

O verbo usado pelo salmista – “continuarei confiando” – revela a continuidade de sua experiência. Ele não escreveu –“começarei a confiar”. “Continuar” significa que já houve, no passado de experiências, situações de dificuldade nas quais Davi decidiu confiar no seu Deus, ao invés de no seu exército. Neste passado, apesar da força e da quantidade dos inimigos, depender do poder de Deus garantiu os resultados construtivos de vitórias. Por causa disso, o salmista raciocinou: se o Senhor já me salvou, não há razão para Ele deixar de me salvar.

Testar as promessas de Deus em nossa vida cristã é o caminho da vitória e do bem-estar espiritual. No verso 10, o salmo declara: “Ainda que meu pai e minha mãe me abandonem, o Senhor cuidará de mim”. Deixar de confiar na providência divina é mais inpensável e absurdo do que achar que pais amoráveis tenham a coragem de abandonar seu próprio filho. Vale a pena testar o poder de Deus em nossa vida. E vale muito a pena o continuar a confiar neste poderoso Senhor.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO