* SOCORRO, SENHOR!

4a900498012e978c123139180a6d

“Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.” Sl 22:24

O Salmo 22, exclamado por Jesus no Calvário, descreve a angústia humana e declara o socorro divino. Diz o Salmista: “Ele não abandona os pobres, nem esquece dos seus sofrimentos. Ele não se esconde deles, mas responde quando gritam por socorro.” (Salmo 22:24).

O náufrago grita por socorro. Diante da desesperança, o grito por socorro é exclamado do profundo da alma. Pedir socorro não é o mesmo que uma educada solicitação de ajuda. Implorar socorro é uma declaração de que tudo está perdido, de que as próprias forças se esvaíram. Gritar por socorro é a falência dos próprios recursos e o implorar por ajuda externa.

A Bíblia foi escrita para nós, que vivemos gritando por socorro. Que, apesar de todos os esforços sinceros, ainda nos vemos machucados, movidos pelas pressões do mundo, cansados pelas próprias incapacidades. O Salmista escreveu para os necessitados de socorro. E escreveu baseado na própria experiência de dependência de Deus. A mensagem da Bíblia para os desesperançados é forte: o Senhor “não se esconde deles”, “nem se esquece dos seus sofrimentos”. Quando tudo falhou, o Senhor responde aos que gritam por socorro.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s