* FELIZ PÁSCOA!

Livrem-se do fermento velho, para que sejam massa nova e sem fermento, como realmente são. Pois Cristo, nosso Cordeiro pascal, foi sacrificado. (1 Coríntios 5:7)

A Páscoa envolve três momentos distintos e relacionados: escravidão – sacrifício – libertação.

O sacrifício é o evento central. Antes dele, escravidão. Depois dele, libertação. Para o sentido judaico da festa, as referencias são a escravidão sob os egípcios, o sacrifício que envolveu um cordeiro, chamado cordeiro pascal, e depois o nascimento da nação, agora livre para viver como um povo, desenvolver sua cultura e se estabelecer. Para o sentido cristão, a festa aponta para questões que estão além de dominação política ou trabalhos forçados. Apontam para o sentido da vida!

A festa cristã da páscoa declara a realidade do pecado como poder escravizador do ser humano. O pecado são ações e posturas que não correspondem ao padrão de Deus e caracterizam um estilo de vida independente de Deus. Por algum tempo podemos achar que está tudo bem, mas por fim, a vida de quem se esquece de Deus é vazia de significado. Ela pode dar certo sob critérios como conquistas materiais, prazeres ou poder. Mas não representa verdadeiramente a vida que fomos criados para desfrutar. O pecado é uma forma de escravidão que aprisiona nossa vida na pobreza espiritual.

Mas há o sacrifício. Jesus é o cordeiro pascal e ele foi sacrificado por nós. Não conseguimos entender isso adequadamente. Nos parece estranho e sem sentido a morte de Cristo. Uma das razões é porque nem mesmo entendemos adequadamente o significado do pecado em nossa vida. Mas a radicalidade do sacrifício deveria nos levar a concluir sobre a malignidade da escravidão. As Escrituras afirmam que Jesus morreu para que nós tivéssemos vida! Pela fé em Cristo somos libertos e, uma vez libertos, devemos desenvolver uma nova vida. Agora livres do domínio do pecado. Agora auxiliados pelo Pai Celeste para vencer a tentação. Agora a caminho de conhecer o verdadeiro sentido da vida. A Páscoa é uma celebração da mudança.

Por causa de Cristo você agora pode dizer “não” ao pecado que tão convincentemente lhe convida a mantê-lo entre seus hábitos. Por causa de Cristo, que pagou o preço de suas falhas você pode deixar o passado no passado, pode viver livre de culpas, pode aprender a olhar para a vida de forma diferente – do ponto de vista de Deus. Celebre sua Páscoa – diga não ao pecado. Celebre sua Páscoa – adore ao Senhor Jesus, o Cordeiro Pascal. Celebre sua Páscoa – escolha mudar!

DEVOCIONAIS DIÁRIOS

Anúncios