* O VIGOR DA FÉ

 

lflores-manaus-floricultura1

“Declara-me, peço-te, em que consiste a tua grande força.” (Juízes 16.6)

Onde se encontra o vigor secreto da fé?

Encontra-se no alimento que a nutre. A fé medita em que consiste a promessa – uma emanação da graça de Deus, um transbordamento do grande amor de Deus. A fé declara: “Deus me outorgou esta promessa motivado por seu amor e graça. Por conseguinte, tenho certeza de que Ele cumprirá sua Palavra”. Depois, a fé medita: “Quem é o autor desta promessa?” Ela não considera tanto a grandeza da promessa quanto a pergunta acima. Ela recorda que o autor é Deus, que não pode mentir – o Deus onipotente e imutável. Por isso, a fé conclui que a promessa tem de ser cumprida e avança adiante nesta firme convicção.

A fé também recorda o motivo pelo qual a promessa foí dada –ou seja, a glória de Deus. Ela sente-se perfeitamente certa de que a glória de Deus está segura e de que Ele nunca manchará seu próprio caráter, nem ofuscará o brilho de sua coroa. Em seguida, a fé considera a admirável obra de Cristo como uma prova evidente da intenção de Deus em cumprir sua Palavra. “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Romanos 8.32).

A fé olha o passado pois suas batalhas a fortaleceram, e suas vitórias deram-lhe coragem. Ela traz à memória o fato de que Deus nunca falhou para com ela. Não, Ele nunca falhou uma única vez com nenhum de seus filhos. A fim de satisfazer as demandas do dia, a fé recorda circunstâncias de grande perigo, nas quais Deus lhe outorgou livramento; e ocasiões de profundas necessidades, nas quais Deus lhe providenciou forças. A fé clama: “Não, nunca serei levado a pensar que Ele pode mudar e abandonar seu servo agora. Até aqui o Senhor me ajudou (ver 1 Samuel 7.12); tenho certeza de que Ele continuará me ajudando”.

Assim, a fé observa cada promessa em sua conexão com o doador de promessas, e por fazer isto, pode dizer com segurança: “Bondade e misericórdia certa­ mente me seguirão todos os dias da minha vida” (Salmos 23.6).

DEVOCIONAL CHARLES SPURGEON

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s