* PONTO DE VISTA DO FUTURO

491197663

Um sábio chamado Joe Bayly disse certa ocasião:”Não se esqueça na escuridão daquilo que voce aprendeu na luz”. Todavia, às vezes a escuridão desce tão densa que mal conseguimos lembrar a luz. Com certeza foi assim que os discípulos de Jesus se sentiram.

Durante a última ceia, Jesus fez uma declaração: “Neste mundo voces terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci”. Naquele momento, onze apóstolos teriam com prazer dado a própria vida por Ele; mais tarde naquela noite, Simão Pedro de fato sacou a espada em defesa de Jesus.

Todavia, no dia seguinte, todos os onze haviam perdido a fé. Aquelas palavras triunfais da noite anterior devem tê-los assombrados de forma cruel enquanto o observavam – a salvo, ao longe – agonizando na cruz. Parecia que o mundo havia superado Deus. Pedro jurou que nunca conheceu aquele homem.

É obvio que o problema dos discípulos foi uma questão de perspectiva. A lembrança da luz do passado se extinguira, mas alguns dias depois aqueles mesmos homens conheceriam a ofuscante luz da Páscoa. Naquele dia, eles aprenderam que para Deus não há trevas demasiado densas. Aprenderam o que significa julgar o presente pelo futuro. Incendiados pela esperança da Pascoa, aqueles ex-covardes partiram pelo mundo e o transformaram.

Atualmente, metade do planeta celebra dois dias santos: a Sexta-feira Santa e o Domingo de Páscoa. A sexta-feira mais escura é agora chamada de santa, devido ao que aconteceu no domingo de Páscoa; e porque aquilo aconteceu os cristãos tem esperança de que Deus um dia há de restaurar este planeta para que ele ocupe o seu devido lugar no reino de Deus.

É uma coisa boa lembrarmos, durante as fases negras e perturbadoras, que nós vivemos a vida como num sábado que antecede a Páscoa. Segundo a expressão do apostolo Paulo: “Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a gloria que nos sera revelada”. Não foi por acaso que Jesus proferiu suas palavras triunfais, EU VENCI O MUNDO, exatamente no momento em que os soldados romanos afivelavam suas armas para ir prende-lo. Ele sabia como julgar o presente do ponto de vista do futuro.

Philip Yancey, em “DESCOBRINDO DEUS NOS LUGARES MAIS INESPERADOS”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s