* CREIO, LOGO EXISTO

evening-light-2491474_960_720

“Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.” Rm 1:17

Escrevendo aos membros da igreja em Roma, Paulo elaborou uma das estruturas mais profundas de teologia bíblica. A linha básica que permeia a Carta, entretanto, é de uma simplicidade cheia de paradoxos. Sua ênfase é o poder da fé cristã. “Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus – uma justiça que do princípio ao fim é pela fé, como está escrito: o justo viverá pela fé” (Romanos 1:17).

Na história do pensamento cristão encontramos uma das frases mais lapidares da coleção dos paradoxos embasados na Bíblia – “nosso objetivo não é o de entender, para poder crer: nosso objetivo deve ser o de crer, para poder entender…” Se é que, realmente, como Habacuque e Paulo enfatizaram, “o justo viverá pela fé”, então o alicerce existencial do ser humano tem que ser lançado na transcendência do divino e não nos sistemas lógicos ou científicos dos humanos.

O lema daquele que procura cumprir o mandato do Cristo deve ser: “creio, logo existo”. O apóstolo Paulo tinha doutorado na lógica do pensamento hebreu, grego e romano. Lia e falava as três línguas, além da variante popular do aramaico. Em todas elas, porém, sua pregação era a única: “Tenho que amar e obedecer o senhorio do Cristo e depositar Nele, toda a minha confiança”. Ninguém existe com relação ao nada. Nossa experiência de fé é a que nos torna reais e que edifica nossa identidade. O justo vive pela fé.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s