* DIANTE DA CRUZ

160674090

No fim da Primeira Guerra Mundial, a mais sangrenta, disparatada e estúpida guerra, muitos poetas ingleses; Wilfred Owen, Rupert Brook, mais um ou dois; escreveram algumas poesias muito comoventes sobre a selvageria da guerra. Uma das menores obras, de Edward Shillito, era chamada de “Jesus das Cicatrizes”. E o poeta termina dizendo:

“Outros deuses eram fortes, mas tu eras fraco;
Eles cavalgaram, mas cambaleaste até teu trono;
E às nossas feridas, só as feridas de Deus podem falar.
E nenhum deus possui feridas, além de ti.”

Então quando encaramos as desolações da incerteza, quando há sofrimento e agonia em nossas vidas ou no mundo, e nos perguntamos o que Deus está fazendo e não temos respostas, e relemos o livro de Jó, essa literatura sapiencial,  e ouvimos Deus dizendo: “Você não entende tudo”. Nós podemos agora adicionar mais uma coisa: ”Somente Deus pode falar com as nossas feridas, E nenhum deus possui feridas, além de ti.”

Você pode confiar em um DEUS que não é apenas soberano, mas que sangra por você. E às vezes quando não há outras respostas para sua culpa, ou seus medos, ou suas certezas, ou sua angústia, há um lugar inalterável para você ficar de pé e sobejar em confiança e esperança. É o solo diante da cruz.

D.A. Carson, em “A MANIFESTAÇÃO DO ESPÍRITO”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s