* FORTE ALENTO

10003330_618246161593003_1470787066520244767_n“Por isso, Deus, quando quis mostrar mais firmemente aos herdeiros da promessa a imutabilidade do seu propósito, se interpôs com juramento, para que, mediante duas coisas imutáveis [a promessa e o juramento], nas quais é impossível que Deus minta, forte alento tenhamos nós que já corremos para o refúgio, a fim de lançar mão da esperança proposta” (Hebreus 6.17-18).

“Deus… quis mostrar mais firmemente…”

Esse texto pressupõe que Deus já havia dito o suficiente para dar-nos encorajamento. Todavia, Deus não é um Deus do mínimo. Seu alvo não é falar-nos tão poucas palavras de encorajamento quantas forem possíveis. Ele profere algumas palavras para nos dar esperança. Em seguida, sendo o Deus efusivo, Ele diz a Si mesmo: “Isto é bom. Gosto de fazer isto. Acho que o farei novamente”. Assim, Deus fala mais algumas palavras de encorajamento.

Não são apenas mais algumas palavras. São palavras melhores. Ele começa com promessas simples (que são infalíveis e infinitamente dignas de confiança!) e, em seguida, faz juramentos. E não são apenas juramentos — são os melhores e mais sublimes tipos de juramentos — juramentos fundamentados em Si mesmo. Por quê? Não porque a Palavra Dele seja fraca, e sim porque nós somos fracos, e Deus, paciente.

Ele quer mostrar — provar… demonstrar… ressaltar… representar… exibir… revelar… incutir — a esperança de nosso futuro. Ele quer realmente que sintamos isso. Ele vai conosco a segunda (a terceira e a quarta) milha, a fim de que nos sintamos encorajados. Isto é o que Ele realmente deseja. “Deus… quis mostrar mais firmemente…” Ele não é coagido. Ele “quer”.

“…forte alento tenhamos…”

Quão encorajados Deus deseja que nos sintamos? Hebreus 6.18 afirma: “forte alento tenhamos”. Observe as palavras! Deus poderia ter dito: “grande alento”, ou: “muito alento”, ou: “profundo alento”. Todas estas palavras seriam verdadeiras. Mas a palavra é realmente “forte”. E se refere ao encorajamento que permanece firme contra as ocasiões de abatimento. Pregue isto para você mesmo: “Deus deseja que eu tenha forte alento!” “Deus quer realmente que eu tenha forte alento!”

John Piper, em “PROVAI E VEDE”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s