* RE-CRIAÇÃO DO HOMEM

“Muita gente tem um conceito distorcido de felicidade. O mais comum é vê-la como ausência completa de dor e como uma seqüência de momentos nos quais a pessoa se sente bem. É fácil preencher a vida com uma série de episódios efêmeros de bem-estar. São diversões que podem trazer satisfação momentânea, mas na manhã seguinte a vida não estará melhor e não haverá como evitar que aconteçam coisas ruins”

Eu concordo com tudo isto, mas não fui eu quem escreveu.Essas são palavras do psicólogo americano Steven Hayes, que aos 57 anos é considerado um dos mais polêmicos de sua área.

A idéia prevalente nos dias de hoje e que virou até mote de igreja – “Pare de Sofrer” – é que o sofrimento deve ser evitado a todo custo, que o importante é tomar uma pílula, ou fugir do problema, ou entreter-se com algo que desvia a atenção etc. e então, ser “analgesicamente” feliz.

Talvez a idéia, especialmente entre nós, cristãos, veio como reação ao pensamento medieval masoquista que alçava ao altar das mais nobres virtudes qualquer sofrimento que nos fizesse semelhante ao calvário do Cristo.

Deus não criou o homem para sofrer, mas usa o sofrimento para re-criar o homem. As circunstâncias adversas são ferramentas freqüentes nas mãos de Deus, porque toda facilidade gera flacidez. Todavia, entender o sofrimento e a dor como semelhantes do que sofreu Jesus é criar uma teologia estranha à Palavra de Deus. Ninguém sofre ou sofreu como Cristo, que nos substituiu como Cordeiro de Deus, que retira o pecado do mundo.

Quando sofremos, no entanto, entendemos melhor determinados propósitos de Deus que as circunstâncias benfazejas muitas vezes nos cegam para ver. Afinal de contas, quando tudo vai bem, quem vai prestar a devida atenção para as mudanças dos ventos e a tempestade que se avizinha?

Então, não fuja da dor. Também não busque a dor. Simplesmente a encare como um fato real e inevitável da vida. Lembre-se, porém, que você não está sozinho e que o final feliz é uma possibilidade concreta, quando se tem a melhor atitude como resposta à pior circunstância.

Jesus já dizia: “No mundo, tereis aflições, mas tende bom-ânimo: eu venci o mundo”, no mesmo espírito do salmista: “O choro pode durar a noite inteira, mas a alegria vem no amanhecer”.

Portal Momentos com Deus

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s