DERRAME SUA SÚPLICA

macro-1481239_960_720

Como membro da família de Deus venha até Ele, não como estranho, mas como herdeiro. Faça seus pedidos com toda sinceridade a ele, não por causa daquilo que você conquistou, mas por causa daquilo que Cristo fez! Jesus derramou seu sangue por você. Você pode derramar seu coração perante Deus.

Jesus disse que se você tiver fé, você pode mandar uma montanha pular no mar (Marcos 11:23). Qual a sua montanha? Qual o desafio da sua vida? Clame a Deus por socorro! Será que Ele fará o que você quiser? Não posso dizer, mas posso dizer isso: “Ele fará o que é melhor.” Isso inclui qualquer força que esteja tentando tirar você da Terra Prometida. “Peça e lhe será dado,” Jesus diz em Mateus 7:7. É uma batalha, mas você não luta em vão. Clame a Deus por grandes coisas!

Max Lucado

Anúncios

POR FAVOR, CREIA NISTO!

dandelion-1557110_960_720

“[Deus] ouvirá as orações dos indefesos e não rejeitará suas súplicas.”
Salmos 102.17

Quando oramos, sentimos que o relacionamento com o Senhor se fortalece
e que a dependência e o amor por ele se aprofundam. Quanto mais
oramos, mais conseguimos ver sua mão de misericórdia, graça e amor nos
guiar. Mais percebemos que não podemos viver sem ele e sem o seu poder.
O ponto primordial é reconhecer que, sozinhas, não conseguimos fazer
a vida dar certo. Precisamos do poder do Senhor, de seu toque salvador,
redentor, libertador e restaurador, pois temos necessidade de salvação,
redenção, libertação e restauração.

Se quiser obter isso por conta própria, permita que eu lhe poupe o
trabalho de aprender do jeito mais difícil. Acredite, não dará certo. Sem
o Senhor, sua vida não terá amor, paz, alegria, realização, poder, cura,
restauração e transformação. Sei disso com toda certeza porque já tentei
conseguir essas coisas sozinha, e todas as tentativas quase me mataram.
Hoje, porém, minha vida dá certo, não pelo que fiz ou faço, mas por aquilo
que Deus fez e continua a fazer em mim e nas circunstâncias que enfrento.
Aquilo que Deus fez por mim ele fará por você, pois o Senhor não faz
acepção de pessoas. Seu amor é o mesmo por mim e por você.

BOM DIA, Stormie Omartian

ORAÇÃO, SOBERANIA E PODER

prayer-1269776_960_720

“Porque em verdade vos afirmo que, se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no seu coração, mas crer que se fará o que diz, assim será com ele. Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco.” Marcos 11:23-24

Deus é nosso Pai e quer nos dar o melhor, então quando estamos orando não devemos duvidar nunca de que Deus é capaz e Ele pode fazer qualquer coisa que pedimos em oração. Muitas vezes oramos e não somos atendidos na hora por causa da soberania de Deus, só Ele é capaz de determinar qual o tempo certo em que vamos estar preparados pra receber tal coisa que pedimos. Então sempre devemos orar e pedir sabendo que Deus é poderoso, e capaz de fazer muito mais do que pensamos ou sonhamos.

DEVOCIONAL DIÁRIO

TERAPIA DA PALAVRA DE DEUS

bible-1869164_960_720

A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma.” (Sl 19.7)

A lei do senhor era lida pelos adultos e ensinada às crianças. Era objeto de conversa o dia todo, enquanto assentado em casa, enquanto andando pelo caminho, enquanto se preparando para dormir e para acordar. Era amarrada aos braços, presa na testa e escrita nos batentes das portas (Dt 6.6-9). Feliz, muito feliz era aquele que meditava na lei do Senhor dia e noite (Sl 1.1,2).

Para o experiente salmista, “a lei do Senhor é perfeita”, “os testemunhos do Senhor são dignos de confiança”, “os preceitos do Senhor são justos”, “os mandamentos do Senhor são límpidos” e “as ordenanças do Senhor são verdadeiras” (Sl 19.7-11).

Mas o poeta de Israel não fica apenas na admiração e na contemplação. Ele enumera também o valor terapêutico da Palavra de Deus. A cada palavra elogiosa, menciona uma virtude dos oráculos divinos. Além de perfeita, a lei do Senhor “revigora a alma”. Além de serem dignos de confiança, os testemunhos do Senhor “tornam sábios os inexperientes”. Além de justos, os preceitos do Senhor “dão alegria ao coração”. O salmista não hesita em afirmar que “os mandamentos do Senhor são límpidos e trazem luz aos olhos” (Sl 19.7-9).

Não se lê a Bíblia apenas para se tomar conhecimento da verdade. A verdade sozinha torna-se lei, torna-se um peso, torna-se cansativa e pode até mesmo gerar a tal soberba da verdade, a soberba teológica. A Palavra de Deus é leite para acabar com a fome, é alimento para fazer crescer, é lenha para atear o fogo do entusiasmo, é combustível para pôr em movimento os bons propósitos do coração. A Escritura existe “para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra” (2Tm 3.17).

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos.

FRUTÍFERAS LEMBRANÇAS

feather-3010848_960_720

“Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança:
Graças ao grande amor do Senhor é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis.” Lm 3:21,22

O escritor de lamentações busca em sua mente, em sua historicidade algo pudesse resgatar em sua alma a esperança que havia se perdido. O maior problema que nós não estamos conseguindo buscar em nossa memória coisas que nos trazem a esperança e também não temos ajudado aos outros, ao invés de ajudarmos tiramos suas esperanças, sempre que alguém vem para nos contar sonhos, metas, promessas de Deus, por causa de nossa frustração, frustramos a outros, lembre-se que suas palavras de motivação serviram para que outras pessoas possam ver o que só você esta vendo. Um lutador de boxe provavelmente vencera uma luta por sua preparação e habilidade de bater e se esquivar, mas muito de sua vitória esta contida em sua equipe que o motiva com palavras.

Deus esta interessado e ansioso em levantar grandes motivadores dentro de seu reino, empresas estão gastando fortunas contratando motivadores para darem palestras para seus funcionários, tudo isso porque nós que temos a unção de libertar cativos, curar enfermos e anunciar o ano aceitável do Senhor, não temos cumprido nosso papel.Alguém precisa muito de você. Nosso papel é anunciar as outras pessoas até mesmos irmãos em Cristo que o poder da cruz neutraliza todo poder das trevas, absolve-nos da sentença do pecado e nos leva a viver o plano original de Deus que é a felicidade.

O que o profeta estava pedindo pra Deus era pra Deus trazer de volta a esperança ao seu coração despedaçado, estava pedindo para Deus trazer de volta o mel que havia em sua boca e que foi trocada pelo amargo sabor da vida.
Algumas coisas que você tem que trazer a sua memória para restaurar sua esperança:
– Orações respondidas – (Jó 42:10) Jó vê sua oração respondida

– Livramentos – (Êxodo 14:30) O povo durante a sua caminhada lembrou do que estava faltando para seu conforto, mas esqueceu desse episódio nesse capitulo onde já não havia mais esperanças viram o Grande livramento do Senhor .
Precisamos aprender a valorizar nosso inimigos, porque sem eles, nossas diferenças não se destacariam. Sem Golias Davi era apenas um pastor de ovelhas trabalhando de bico de entregador de queijo.

– Motivações antigas – Uma motivação é um motivo que nos leva a uma ação, trazer a memória nossas antigas motivações é trazer de volta os motivos que nos moviam, o dia que a igreja de Cristo caminha em ruma a um só motivo, o inferno não ter poder para paralisar a ação da igreja em ruma ao arrombamento das portas do inferno seguido de um enorme resgate das pessoas que estão perdidas.
Precisamos ensinar e mostrar as gerações de hoje tudo aquilo que Deus fez conosco, as pessoas mais velhas tem gastado tempo impregnando com maledicências, fofocas, e tudo o que não presta.

– Lembre-se do que você era, e de onde Deus te levou
Estamos na memória eterna de Deus ( Isaias 55: 8,9 ) – nada nos tira da memória de Deus, Jesus morreu na cruz para fixar-nos na memória de Deus.
Temos mais de 300mil promessas promessa na palavra de Deus que sempre dizemos que é o nosso guia, e ainda assim as vezes nos entristecemos com algumas circunstancias que tentam desfocar-nos e tirar nossa fé.

O escritor se humilhou debaixo das mãos de Deus, e então, sua esperança se reviveu, suas esperanças ressurgiram das cinzas, O primeiro raio de esperança rompeu com a melancolia, a tristeza não foi em vão, produziu humildade e dependência, e dessa humildade é que surge uma nova esperança.
Traga sua memória, não as pequenas coisas que sugam suas esperanças, mas o grande amor de Deus por você, a confiança de Deus em depositar suas promessas em você olhe ao seu redor e contemple as grandezas de Deus.

DEVOCIONAL TORRE FORTE

DESAFIO DE DEUS

owl-316740_960_720

Não faltam poderes humanos, dos quais depender. O desafio do Senhor é o dependermos somente Dele. “Clame a Mim e Eu responderei. E lhe direi coisas grandiosas e insondáveis, que você não conhece” (Jeremias 33:3).

Aparentemente, as coias vão sempre bem para aqueles que não ligam para Deus. A Bíblia sabe disso e, por esta razão, nos declara: “Descanse no Senhor e aguarde por Ele com PACIÊNCIA. Não se aborreça com o sucesso dos outros, nem com aqueles que maquinam o mal” (Salmo 37:7).

Existe o clamor de revolta e existe o clamor de fé, de confiança. O clamor de fé obtém resposta de Deus. Enquanto a resposta não vem, entretanto, é essencial depositar nas mãos de Deus a nossa impaciência, a nossa tristeza, a nossa inveja, diante da prosperidade dos não crentes. Por causa de nossa natural ignorância, não imaginamos “as coisas grandiosas e insondáveis, que não conhecemos”. Não desistamos de clamar a Deus. Ele quer que insistamos. Talvez, até, com lágrimas de desapontamento. Mas clamando sempre, teimosamente, biblicamente.

DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO

RETO E FIEL

lavender-3118882_960_720

“Porque a palavra do SENHOR é reta, e todo o seu proceder é fiel. Ele ama a justiça e o direito; a terra está cheia da bondade do Senhor.” Sl 33:4-5

Deus é fiel. Podemos confiar que Ele vai cumprir suas promessas e seus propósitos. Como sabemos? O nascer do sol todo dia é um lembrete que o Pai do céu e da terra está trabalhando para manter seu universo em boa ordem. Se é verdade na natureza, é verdade no nível espiritual também. Cumprimente cada nascer do sol como um lembrete da fidelidade de Deus.

ILUMINALMA

 

 

ORAÇÃO DE CRIANÇA, FÉ DE ADULTO

turkey-3150822_960_720

Nós fraquinhos de oração temos medo de orar errado. Qual a etiqueta esperada e o código de conduta para oração? E se eu me ajoelhar ao invés de ficar em pé?

A resposta de Jesus? Em Mateus 18:3 “Tornem-se como crianças”. Despreocupados. Cheios de alegria. Brincalhões (lhonas). Confiantes. Curiosos. Confiem mais – e se exibam menos.

Deus prefere este cumprimento: “Deus, o Senhor é meu Papai, e eu seu filho!” É difícil se exibir e chamar Deus de “Papai” ao mesmo tempo. Impossível, de fato. Lembre-se, a oração não depende de como você ora. O poder da oração depende dAquele que escuta a oração!

Oração é bastante simples. Resista o impulso de complicá-la. Não se orgulhe com orações enfeitadas. Não peça desculpas por orações incoerentes. Nada de se desculpar. Seja honesto – honesto para com Deus.

Suba no colo dEle. Conte a Ele tudo que está no seu coração. Ou não conte nada. Basta elevar o seu coração ao céu e declarar, “Pai… Papai.” Estresse. Medo. Culpa. Tristeza. Cobranças de todos os lados. E tudo que conseguimos é um triste “Ó, Papai.” Se for assim, basta isso. Seu Pai celestial lhe abraçará.

Max Lucado

PAZ E SUCESSO

moss-3101476_960_720
“A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável”. Rm12:2

Paulo nos mostra em Romanos 12:2 que a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável.
Ela é boa, porque é correta. Então para que temê-la?

Por que Paulo disse que a vontade de Deus é agradável? Ser agradável tem a ver com sensações, é algo que nos faz sentir bem. E a vontade de Deus é agradável e cumpre os Seus desejos, que são os melhores. Essa agradabilidade gera em nós paz e tranquilidade, não significando, porém, que estamos isentos de qualquer dificuldade, mas nos dando a certeza de que dias melhores virão.

E além de tudo, a vontade de Deus é PERFEITA, não vê como é impactante essa palavra? PERFEITA, sem defeitos, maravilhoso, não? Essa vontade perfeita gera vida em abundância em cada um de nós e nos faz perceber que a melhor coisa mesmo é estar no centro da vontade de Deus e isso só conseguimos se o obedecermos.

Mas como fazer para reconhecer a verdadeira vontade de Deus?

O primeiro passo é reconhecer Cristo em sua vida, se tornando uma nova criatura, pelo poder de Jesus! Esse será o começo para entender a vontade de Deus.

Depois esteja em comunhão com sua vida espiritual para que tenha a capacidade de perceber qual é a vontade do Senhor. Essa comunhão é adquirida através de uma vida santificada, ou seja, separada. Sem isso, nossa percepção da vontade Deus será prejudicada.

Outro ponto muito importante é a oração. Não há como perceber a vontade de Deus sem termos tempo para conversar com Ele.

Porém, não pense que terá tudo o que quer na hora que quiser, tudo que Deus quer que seja feito, será feito no Seu tempo, portanto, não tenha pressa, não fique ansioso, descanse no Senhor, pois nada pode impedir o mover e o agir de Deus. Quando Deus determina uma benção para você ela é sua,  pode acontecer o que for, pois só Deus tem o poder de colocar o ponto final em uma situação, mas creio que na situação que você está vivendo Ele está usando uma vírgula, mostrando que não acabou, pois quando Ele age ninguém pode impedir.

Como vimos, a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável, portanto por mais que doa, por mais que seja difícil aceitar, veja tudo o que está acontecendo como sendo a vontade de Deus para a sua vida e não se desespere, pois lá na frente você vai entender os porquês, nesse momento apenas adore ao Senhor e agradeça a Ele pelas bênçãos derramadas e pela vontade dEle está sendo cumprida em sua vida.

Paz e sucesso. Essas serão as conseqüências de uma vida guiada pela vontade do Senhor. Você acredita? Se você crê então receba, pois tudo é possível ao que crê.

DEVOCIONAL SAL E LUZ

DEUS É ORGANIZADO

Untitled 1

Leitura: 1Co 14.40 “Tudo, porém, seja feito com decência e ordem”.

O profeta Isaias quando falou a cerca de Deus, ele fez uma referencia interessante sobre essa verdade de que de fato Deus é um organizado. Isaías 45.18 “Porque assim diz o SENHOR, que criou os céus, o Deus que formou a terra, que a fez e a estabeleceu; que não a criou para ser um caos, mas para ser habitada: Eu sou o SENHOR, e não há outro.”

O profeta Isaias ao dizer que Deus virou os céus e formou a terra está se referindo ao Gênesis. E quando ele decidiu criar todas as coisas ele o fez de modo organizado. O profeta Isaias asseverou: “Que não a criou para ser um caos”. Ou seja… Deus não criou o Universo, as coisas visíveis e invisíveis para confusão, desordem e caos. Pelo contrário Deus criou tudo em perfeita ordem e harmonia

Quando Moisés disse: Gênesis 1:2 “A terra, porém, estava sem forma e vazia”. O termo “Sem forma” se refere exatamente a isso “Caos”. Quando Deus fez a terra ela estava desorganizada (Informe, Sem forma, Espaço Vazio, Deserto e Lugar de caos)

Entretanto quando Deus começou a expressar verbalmente sua vontade naquilo que estava sendo criado, o Caos tomou forma e ordem. O Espaço vazio ganhou forma e realidade. Deserto, foi coberto e se tornou um planeta habitável.

Mas, será que existe alguma relação entre esse Deus organizado com a nossa vida cristã? Será que devemos viver de modo confuso? Informe, Sem forma, Espaço Vazio, Deserto e Lugar de Caos.

Ou será que essa qualidade divina, também deve ser observada por nós? A reposta é sim! A organização é um princípio divino que devemos observar, e trazer, para tudo em nossas vidas.

TEMPO COM DEUS

CORAGEM E FÉ

flower-3111727_960_720

“Cura-me, Senhor, pois os meus ossos tremem: todo o meu ser estremece.” Sl 6.2,3

Não há nada pior do que perder a coragem. É a coragem que me faz viver, pois a vida como ela é não vale a pena. É a coragem que me faz andar, pois o caminho a ser percorrido está cheio de buracos e bagulhos. É a coragem que me faz crer, pois “a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos” (Hb 11.1). É a coragem que me faz amar, pois o amor foi substituído pelo ódio. É a coragem que me faz me sacrificar por alguma causa, pois meu apego à vida, à comodidade e aos bens é entranhado.

Sem coragem não me aproximo de Deus, não professo minha fé em Jesus, não perdôo o irmão que pecou contra mim, não contribuo para a causa do evangelho, não saio de Jerusalém, não renuncio aos desejos da carne, não faço promessas e não cumpro votos.

A falta de coragem é paralisante. Daí o registro histórico do salmista a respeito dos povos que guerreavam contra Israel: “Todos eles perderam a coragem” (Sl 18.45). Porque perderam a coragem, saíram, tremendo, de suas fortalezas, fugiram, sumiram, aceitaram o fracasso, a derrota. O mesmo aconteceria, na profecia de Jeremias, ao próprio povo de Deus, por ocasião da invasão da Babilônia: “Naquele dia, o rei e os seus oficiais perderão a coragem, os sacerdotes ficarão horrorizados e os profetas, perplexos” (Jr 4.9).

Em meio ao grande tumulto que a sua presença e palavra despertaram em Jerusalém, depois de sua terceira viagem missionária, e em meio ao clamor da multidão que queria a sua morte, Paulo ouviu a voz do Senhor, que lhe dizia: “Coragem! Assim como você testemunhou a meu respeito em Jerusalém, deverá testemunhar também em Roma” (At 23.11). Deus não tirou o apóstolo da prisão, mas alimentou a sua coragem! 

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos. 

EXPECTATIVA E ALEGRIA

Untitled 1

Leia: Mateus 6. 1-6

Podemos descrever Jesus de muitas formas. Ele era um operador de milagres, um mestre, um sofredor, um redentor… Mas Ele era, também, um homem de oração. Ao nos ensinar a orar, o nosso Salvador mostrou-nos que a oração nos leva a ter consciência das bênçãos de Deus sobre nós. A oração nos ajuda a submeter nossa vontade à vontade de Deus, reconhecendo sua soberania e poder. A oração nos leva a um relacionamento mais estreito e íntimo com um Pai amoroso. No entanto, nossa oração não é uma instrução daquilo que Deus deverá fazer por nós. Um filho não instrui um pai, mas pede ao pai. O Pai sabe o que é melhor.

A oração é o elevar dos nossos corações em louvor, preparando-nos para as respostas de Deus. É bem possível que Deus nos dê aquilo de que precisamos, sem que o peçamos em oração, mas aí não podemos ter o pleno apreço de Suas dádivas. Perderíamos a amizade íntima que Deus nos oferece, quando levamos tudo a Ele em oração. A oração deve ser um momento de expectativa e alegria em nossas vidas, porque, quando nos colocamos na presença de Deus, estamos melhor preparados a aceitar sua von-tade. E Jesus, o grande Intercessor, nos ensina a orar e a esperar.

DEVOCIONAL LAGOINHA

SETE GIGANTES

forest-2942477_960_720

Deuteronômio 7: 1-2

Tenho uma boa e uma má notícia para você. A boa é que o Deus que não mente tem uma promessa de conquista tremenda, personalizada e determinada para você; e a má notícia é que existem sete gigantes que lutarão contra você para impedir que conquiste as promessas prometidas por Deus. A notícia pode até não ser boa, como não foi ao povo de Israel. Depois de saírem de uma escravidão no Egito, peregrinarem pelo deserto, e quando estava defronte com a terra, foi dado a boa notícia (eis a terra) e a má notícia (há sete povos a serem derrotados).

O texto bíblico fala de sete povos fortes que habitavam na terra prometida e que deveriam ser derrotados, expulsos sem piedade, para haver a conquista da promessa. Mas vem a pergunta: Porque Deus “escolheu” esses sete povos para riscá-los do mapa e colocar Israel no lugar deles? Porque esses povos não quiseram ter uma aliança com Deus. Apenas Abraão, ao chegar naquela terra, se propôs a ter uma aliança e guerreou por ela, determinado a conquista daquele lugar aos seus descendentes.

Para nós alcançarmos as conquistas prometidas pelo Senhor precisamos ter uma aliança com o Eterno e lutar por Ela; estar posicionados e derrotar sem piedade, sem negociar, sem fazer aliança, esses gigantes que aparecem no nosso caminho.

Os sete gigantes são: os Heteus (Hititas) que representa o medo que tenta te paralisar; os Girgaseus, a corrupção ou a ausência de integridade; os Amorreus que representa o orgulho, a rebelião, a altivez, a soberba e vangloria; os Cananeus limites e vão contra o domínio próprio; os Heveus, representantes da falsa liberdade, perversão, falta de interpretação, imitação e falsidade; e os Jebuseus que representa a rejeição em todas as manifestações.

Para cada guerra com cada um dos gigantes, Deus te deu uma arma de vitória. Combata-os com amor, fidelidade, submissão, princípios, disciplina espiritual, lealdade e verdade, e aprimorando-se da cruz. Vença esses gigantes que se opõe a sua conquista e tome posse de sua Promessa.

“Existem sete gigantes que lutarão contra você para impedir que conquiste as promessas prometidas por Deus”.

DEVOCIONAL LAGOINHA

SEJA BEM SUCEDIDO

pension-3137209_960_720

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas” (Provérbios 3.5,6).

Muitos confiam na sua própria capacidade ou no seu dinheiro, mas, como cristãos, nossa confiança tem que estar depositada inteiramente no Senhor. Ainda que venham tantas circunstâncias ruins querendo nos desviar do alvo, que é Cristo, não podemos desanimar. Precisamos nos entregar com tudo que somos e temos ao Pai, que nos chamou para ter uma vida completamente rendida a Ele. Todos os que assim caminham nunca serão desapontados, pois nosso Deus é fiel à Sua Palavra. E Ele guarda e cuida de todos os que O amam.

Confiar é crer e acreditar na integridade de alguém. Confiar também é deixar-se ser cuidado por uma pessoa ou se entregar. Nosso Deus e Salvador é muito mais do que “alguém”; Ele é o Criador de todas as coisas e sabe o que é melhor para Seus filhos. Portanto façamos Dele nosso guia, ajudador, refúgio, conselheiro e Senhor de tudo em nós, acreditando que Nele podemos confiar, pois nosso Pai é perfeito, justo e bom. Não devemos duvidar de Sua voz, promessas e mandamentos, mas crer, esperar e obedecer conforme tudo o que está nas Escrituras. Feliz é o homem que entrega a Cristo todos os sonhos e planos, pois ele será bem sucedido em tudo que fizer.

DEVOCIONAL LAGOINHA

TÁ CAPRICHANDO!

sunset-3144494_960_720

Marcos 10, 27 – Jesus olhou para eles e respondeu: “Para o homem é impossível, mas para Deus, não; todas as coisas são possíveis para Deus“.

A coisa mais interessante sobre o poder absoluto de Deus é que todas as coisas lhe são possíveis. Não há nada difícil demais para ele. Gabriel disse a Maria que “‘nada é impossível para Deus”‘, e veja o que aconteceu com ela (Lucas 1,37). Jesus afirmou que “‘todas as coisas são possíveis para Deus”‘, e veja o que ele fez! Não há nada que Deus não possa fazer. O poder de Deus é ilimitado.

Se você já enfrentou algum desastre natural, sabe que o poder da natureza é esmagador e provoca medo. Deus, no entanto, tem poder absoluto sobre ela. Posso então sugerir que não queremos realmente experimentar a plena grandeza do poder de Deus?

Basta dizer que Deus tem muito mais poder que o necessário para satisfazer-lhe as necessidades e livrá-la de sua dificuldade. Ele tem poder mais que suficiente para resgatá-la de suas circunstâncias e ajudá-la a fazer coisas que não poderia sem ele. Se Deus é tão poderoso que pode criar algo do nada ou dar vida aos mortos, pense então no que ele pode fazer em sua vida. (Fonte: A Bíblia da Mulher que Ora – NVI)

Deus pode realizar tudo o que quiser em nossas vidas indiferente das circunstâncias e da nossa fé em seu agir, pois, Ele realiza MILAGRES! Mas, o que são milagres? Milagres são as coisas que não são possíveis aos nossos olhos, porém que para Deus é possível e chega até a ser fácil para Ele.

Deus fez promessas lindas para você, tenho certeza que tais promessas soam como impossível a você, mas posso te garantir… o seu impossível é super possível para Ele, pois nada é impossível para Deus!

Desconheço as circunstâncias que esteja enfrentando nesse momento, mas apenas confie… Deus fará o impossível acontecer, realizará aquele milagre que você tanto espera.

Não há nada que possa impedir o agir e os milagres de Deus acontecer. Basta ter fé que tudo simplesmente acontecerá na hora certa e de modo perfeito, pois, Deus sempre surpreende e abençoa, por mais que duvidemos ou achemos que não seja possível as vezes.

O seu impossível Deus está cuidando e preparando por você, o seu impossível esta vindo ao seu encontro e simplesmente se realizando aos poucos sem você perceber. Mas, não desanime se não estiver vendo, Deus não tarda, Ele capricha!

CONFIANOSENHOR.COM.BR

O INVISÍVEL É MAIOR

within-the-schladminger-tauern-3022368_960_720

Quando a gente anda dentro de um shopping Center, nosso coração pode nos trair pela grande oferta que o consumismo nos faz. Televisores LCD, videogames de última geração, laptops, móveis suntuosos e tudo o mais que você imaginar. Quantas pessoas não se amarram com carnês e mais carnês para poder adquirir aquilo que seus olhos podem ver.

O cristão tem diante de si uma experiência interessante. Nós buscamos algumas coisas da terra sim, sem dúvida, mas nosso alvo está naquilo que nós não podemos ver. A ressurreição, o arrebatamento, a Nova Jerusalém, a transformação de nosso corpo, todas estas dádivas são verdadeiras, mas estão invisíveis aos nossos olhos. Quão difícil é esperar aquilo que não se pode ver. Mas nós andamos por fé (por aquilo que cremos) e não por vista (as coisas que podemos ver).

Quando penso nas demais promessas de Deus, meu coração começa a meditar: quantas outras coisas eu sei que são reais para o Senhor, mas não podemos ver: a salvação de um familiar ímpio; uma reconciliação entre irmãos; o crescimento de um ministério. Não precisamos de circunstâncias para acreditar que o Pai tem tudo isso para nos dar… basta que aceitemos por fé que o Senhor, segundo a Sua soberana vontade, atenderá o desejo do nosso coração (Sl 37.4).

O invisível é maior do que o visível… medite nisso!

AMOR EM CRISTO

EU TE AMO, JESUS!

sky-2667455_960_720

“Eu te amo, ó SENHOR, força minha. O SENHOR é a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo em que me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte.” Salmos 18:1-2

Pensamento: Cantamos e dizemos nas nossas orações públicas: “Pai, Deus, Te amamos”. Mas, note cuidadosamente o começo do nosso versículo. “Eu te amo, ó Senhor…” Mesmo no louvor público, comunitário, somos ensinados a importância de uma expressão pessoal de amor a Deus. Quando foi a última vez que você disse ao Criador do universo, “Eu te amo”!

Oração: Pai no Céus, eu te amo. Eu te amo porque o Senhor é mais do que digno do meu amor. Eu te amo porque o Senhor me amou primeiro. Eu te amo porque o Senhor enviou seu Filho para ser meu irmão mais velho e pagar o preço da minha adoção à sua família. Eu te amo por causa da sua fidelidade. Eu te amo porque o Senhor permitiu na sua graça que eu O amasse. No nome de Jesus te agradeço. Amém.

ILUMINALMA

 

DO JEITO DE DEUS

pray-2558490_960_720

“Os israelitas gemiam e clamavam debaixo da escravidão […] Ouviu Deus o lamento deles e lembrou-se da aliança que fizera com Abraão, Isaque e Jacó.” (Êxodo 2.23-24)

O livro de Êxodo começa com uma vívida descrição da opressão imposta pelo novo faraó (provavelmente Ramsés II), que nada sabia sobre José, aos israelitas. Os egípcios “tornaram-lhes a vida amarga, impondo-lhes a árdua tarefa de preparar o barro e fazer tijolos, e executar todo tipo de trabalho agrícola” (1.14). A opressão durou 430 anos. Porém, eles clamaram a Deus por libertação e “Deus ouviu o lamento deles e lembrou-se da aliança que fizera com Abraão, Isaque e Jacó” (2.24). Na verdade, ele já estava preparando um libertador.

Quando ainda era bebê, Moisés escapou por pouco de ser arrastado pelas águas do rio Nilo. Ele foi retirado do rio por uma das servas da filha do faraó, que entregou o menino à sua própria mãe para que ela o criasse. Depois de crescido, ela o levou à filha do faraó, que o adotou. Provavelmente Moisés experimentou alguns conflitos entre as culturas egípcia e hebraica. Entretanto, ele nunca negou sua identidade hebraica nem deixou de se indignar diante do sofrimento do seu povo. Em determinado momento, tomou uma decisão difícil e corajosa: “Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó, preferindo ser maltratado com o povo de Deus a desfrutar os prazeres do pecado durante algum tempo” (Hb 11.24-25).

Mas, apesar de amar o seu povo e identificar-se com ele, Moisés agiu de forma imprudente, fazendo justiça com as próprias mãos ao matar um egípcio que espancava um hebreu. No dia seguinte, ao tentar separar uma briga entre dois hebreus, eles recusaram sua intervenção. A notícia da morte do egípcio se espalhou rapidamente, e ele teve que fugir para a terra de Midiã (península do Sinai), permanecendo ali durante quarenta anos, até esfriar a cabeça. Ele teria de aprender que só é possível fazer a vontade de Deus do jeito de Deus.

Para saber mais: Êxodo 2.11-15, 23-25 

A Bíblia Toda, o Ano Todo, John Stott

PERSEGUIDOS

“Abençoados são vocês, cujo compromisso com Deus atrai perseguição. A perseguição os fará avançar cada vez mais no Reino de Deus.” Mt 5.10

Para que não julguemos os cooperadores do versículo 9 como conformistas insossos e sisudos que têm medo de perturbar a paz, Jesus define nossa justiça como aquilo que frequentemente provoca oposição em um mundo cujos valores são questionados.

Quem não aprova sua vida em Cristo?

Quando as tempestades da oposição surgirem, querido Cristo, mantém-me “firme, inteiramente dedicado ao trabalho do Senhor”. Arraiga-me na justiça para que meu crescimento seja resistente à dissensão popular e sempre fiel a ti. Amém.

>> Retirado de Um Ano com Jesus

A PROVIDÊNCIA QUE NUNCA FALHA

nature-3061436_960_720

“José, porém, lhes disse: […] Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem.” Gn 50.19-20

Algumas vezes, o Antigo Testamento extrai várias lições de uma única situação. A história de José é um bom exemplo. Primeiro temos uma lição de história. Deus usou o confronto entre os impérios (história secular) para preparar a história de seu povo (“história da salvação”). O Deus de Abraão, Isaque e Jacó reafirmou sua aliança a cada geração. Porém, quando Jacó ficou velho, o propósito de Deus foi ameaçado pela fome. Jacó então enviou seus filhos ao Egito para comprar grãos. E como José diria mais tarde, “Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um remanescente nesta terra e para salvar-lhes a vida com grande livramento” (45.7).

A segunda lição se refere à providência de Deus. José foi vítima de uma série de injustiças. Ele foi capturado, escravizado, falsamente acusado, preso injustamente e esquecido por seus colegas de prisão, que haviam prometido interceder em seu favor. No entanto, em meio a toda essa maldade, Deus estava atuando de modo a promover o seu bem. Como José disse a seus irmãos: “Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tornou em bem, para que hoje fosse preservada a vida de muitos” (50.20).

Por último, temos uma lição de perdão. José poderia ter reagido de forma diferente em relação a seus irmãos, vingando-se deles ou deixando-os envergonhados. Mas, em vez disso, ele preferiu colocar à prova seu aparente arrependimento. Para isso, ele exigiu que seu irmão mais novo, Benjamim, ficasse no Egito, como refém. Foi um momento dramático. Os irmãos já haviam sacrificado José; teriam agora coragem de sacrificar Benjamim? Não! Judá adiantou-se, implorando pela libertação do rapaz e oferecendo-se para ficar como escravo no lugar dele. Como os irmãos de José estavam mudados! O arrependimento deles era evidente. José ficou satisfeito, e então se revelou a eles, demonstrando seu perdão ao abraçá-los.

Para saber mais: Gênesis 50.15-21 

Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo mundo John Stott

UM DESAFIO

turkey-3150813_960_720

Em relação a oração, sou um fraquinho em recuperação. Por anos minhas orações faziam um ziguezague. Ora fazia zigue, ora dava um zague. Talvez você entenda. Será que sua vida de oração poderia melhorar com uma afinada, uma reiniciada?

Se isso parece demais, estou lhe convidando para um plano mais simples. Quatro minutos, por quatro semanas, equivale a mudança para sempre! Cada dia durante quatro semanas, ore por quatro minutos, focalizando nesses elementos centrais da oração: “Pai, o Senhor é bom. Eu preciso de ajuda. Eles precisam de ajuda. Obrigado”. É tão simples assim. Realmente! Falar com Deus não tem que ser complicado ou complexo. O poder não está nas palavras que oramos – mas nAquele que as ouve!

Aqui vai meu desafio para você. Cada dia durante 4 semanas, ore por 4 minutos. E prepare-se para se conectar com Deus como nunca antes!

MAX LUCADO

SACIEDADE E DESCANSO

kirkjufell-3092048_960_720

“Fortalecei as mãos frouxas, e firmai os joelhos vacilantes. Dizei aos desalentados de coração: Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus.” (Isaías 35.3-4)

Esta é uma promessa bem concreta para aqueles que estão interiormente cansados: “Eis o vosso Deus”! Em geral, o cansaço físico é logo superado, ao passo que o cansaço interior muitas vezes é extremamente traiçoeiro. Lemos na Bíblia, em Jeremias: “Porque satisfiz à alma cansada, e saciei a toda alma desfalecida.” Essa promessa pode se cumprir agora em nosso coração.

Por que o afirmamos com tanta convicção? Porque Deus quer cumprir a Sua promessa. Sempre devemos ter em mente o que Deus quer e o que Ele não quer. Ele não somente quer dar descanso às almas cansadas, mas Ele realmente o faz! Não há limites para o poder do nosso Deus. Como nos diz claramente Isaías 40.28: “Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o Senhor, o Criador dos fins da terra, nem se cansa nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento.”Aquele que tem comunhão com o Deus vivo por meio de Jesus Cristo está ligado a uma fonte de poder inesgotável.

PÉROLAS DIÁRIAS

RECORDEMOS!

marguerite-729510_960_720

“Cantai de júbilo a Deus, força nossa; celebrai o Deus de Jacó. Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério.” (Salmo 81.1-2)

A Palavra de Deus é tão atemporal, tão próxima da realidade atual porque é a Palavra eterna para todos os tempos. Na passagem acima, o povo de Israel é conclamado a se alegrar, a cantar e a tocar todo tipo de instrumentos. Existem inúmeras passagens bíblicas que fazem o povo se recordar da libertação que Deus lhes deu. No Salmo 81.7, o Senhor lembra o Seu povo de como Ele ouve orações: “Clamaste na angústia e te livrei; do recôndito do trovão eu te respondi, e te experimentei junto às águas de Meribá.”

Por que o Senhor nos lembra continuamente de coisas passadas? Por que Ele ordenou a Israel que contasse aos filhos e aos filhos dos filhos Suas obras maravilhosas e mandou escrever Seus mandamentos nos umbrais das casas? Exatamente por que Ele sabe o quanto somos esquecidos. E é por esta razão que Deus recorda Seu povo de que Ele ouve orações. A realidade de que não oramos muito mais do que o fazemos é uma prova de que somos esquecidos e que relaxamos, e aí o inimigo ainda consegue nos enganar. Mas o Senhor quer ouvir e responder agora às nossas orações porque Ele é o Eterno e Imutável. Ele ouve o clamor dos justos e faz aquilo que desejam os que temem a Deus.

PÉROLAS DIÁRIAS

OUTONO

mushroom-3145773_960_720
“Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1:6

Na raiz da agenda de Deus está essa promessa. Pense nela como uma garantia. Aquele que começou ‘boa obra em vocês’ não deixará o trabalho por terminar. No fim do caminho, Deus não o deixará ‘incompleto’. Pode ter certeza! Ele não falhará. Lembre-se, Ele separou quatro estações para fazer um ano.

O outono da sua vida pode ser desconfortável. O desemprego pode ser o seu destino. Um romance interrompido. Talvez você esteja aflito por causa de uma perda recente. Solitário, faminto ou com frio. Inquieto por causa daquelas nuvens negras no horizonte, que indicam um preocupante amanhã. Os ventos da adversidade estão chegando e você está com medo.

“Raízes mais profundas fazem as vidas mais fortes”.

Se chegou o outono, a estação da reflexão, pode esperar que suas raízes irão se aprofundar. Pode crer! Contudo, para que você se assegure disso, o Senhor Deus é especialista em raízes. Ele planeja aprofundá-lo e fortalecê-lo, mas não irá se exceder. Ele é soberano e compassivo em seu trabalho. Nos impressionamos mais com os frutos, mas Deus não – Ele está de olho nas raízes.

Gostamos do produto, mas Ele enfatiza o processo, que pode ser muito doloroso. “Aquele que começou… continuará…até a sua obra… terminar”. Assim podemos corajosamente declarar: ‘Venha vento, seja bem-vindo outono’.

Crescendo nas estações da vida – Dr. Charles R. Swindoll 

RAÍZES

forest-3143157_960_720

“Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos.” Jó 14:7

As situações adversas vêm como vento contrário em nossas vidas, fazendo muitas vezes com que percamos as esperanças, e até desacreditemos nas promessas do Senhor, mas se estivermos com nossas raízes firmes na palavra de Deus, passaremos pelas tempestades !!! Podemos perder as folhas, galhos, e até o tronco, mas o segredo está na raiz. Onde estamos arraigados ??? Se nossas raízes estão no Senhor, então HÁ ESPERANÇA PARA NÓS.

DEVOCIONAL DIÁRIO

ONDE ESTÁ ANCORADA A SUA FÉ?

hands-1838659_960_720

“Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam”. Hebreus 11:1,6
Quando Moisés ficou 40 dias no Monte Sinai com Deus o povo vendo que ele demorava ficou impaciente e com medo diante de tal situação, pois eles depositavam toda sua fé em Moisés e não faziam ideia de quem era Deus apesar de terem visto varias demonstrações do seu poder eles realmente não conheciam o Senhor, pois não haviam obtido um relacionamento pessoal com o Criador que com mãos fortes os tirara do Egito e por isso coagiram Arão a fazer um “deus” (o bezerro de ouro) para que eles o adorassem, tamanho era o desespero daquele povo.

Nesta passagem não vejo uma grande inclinação do povo como em outras posteriores ao pecado da idolatrua. Eles não faziam ideia da magnitude de Deus, sua fé estava firmada em Moisés, que por sua vez era apenas o porta voz e representante do verdadeiro Líder, diante do deserto, suas privações, da iminência de uma guerra com os povos que encontrariam pelo caminho e olhando para trás (para o Egito) de onde sentiam ao mesmo tempo medo e saudades, por causa das “cebolas” e “comodidade”,

Acredito que em algum momento de nossas vidas passamos por tal sentimento e isso é muito ruim, pois nos deixa sem direção e, como cristãos, devemos ter plena consciência de que temos um Pai, fomos feitos a sua imagem e semelhança para nos comunicar e adorá-lo e também temos uma missão, mas que sem conhecer o autor e consumador de nossa fé é impossível andar em conformidade com a sua vontade, não podemos ser totalmente dependentes daquilo que ouvimos através dos pastores ou nossos líderes, nós mesmos devemos buscar um relacionamento íntimo e pessoal com Deus para que diante das dificuldades não sejamos pegos pelo desespero.

O medo é uma grande cilada criada pela ausência da fé, podemos dizer que o medo é o oposto da fé e ela vem pelo ouvir a Palavra de Deus e através dela você pode agradá-lo. A pergunta é: “Em quem você tem depositado sua fé?” Em um Deus Todo Poderoso que te ama e quer sempre o melhor para você ou em homens que, dignos da nossa admiração, são tão falhos como qualquer outro?

DEVOCIONAL FÉ INTELIGENTE

CELEBRANDO A DIVINA BENIGNIDADE

spring-bird-2295436_960_720

“Celebrarei as benignidades do SENHOR e os seus atos gloriosos, segundo tudo o que o SENHOR nos concedeu.” (Isaías 63.7)

Você pode fazer isso? Existem misericórdias que você tem experimentado? Mesmo que, no momento, você esteja melancólico é possível esquecer aquela hora abençoada quando Jesus o encontrou e disse: “Venha a mim”? Você pode não se lembrar daquela ocasião arrebatadora, quando Ele rompeu seus grilhões, lançou fora suas correntes e disse: “Eu vim para acabar com sua escravidão e libertá-lo”? Ou, se você tiver deixado esfriar o amor do seu relacionamento com Cristo, com certeza, deve haver alguns marcos preciosos na estrada da vida, não cobertos por musgos, nos quais você pode ler um feliz memorial das misericórdias que o Senhor lhe manifestou. Você já esteve doente e foi restaurado por Ele? Passou necessidade e foi suprido por Ele? Esteve em aflição, e Ele o livrou? Levante-se! Vá até ao rio das experiências que viveu, arranque alguns juncos, entrelace-os e faça uma cesta, onde sua fé infante possa, nas águas, flutuar seguramente. Não esqueça o que Deus tem feito por você.

Abra o seu livro de recordações e pense nos dias passados. Você pode não se lembrar dos tempos de refrigério? Esqueceu as maiores experiências? Já recebeu ajuda em tempos de necessidade? Creio que sim. Recorde as misericórdias especiais de ontem. Embora as circunstâncias de hoje pareçam obscuras, acenda as luzes do passado. Elas resplandecerão por entre as trevas, e você confiará no Senhor, até que o dia amanheça e as sombras desapareçam (ver Cântico dos Cânticos 2.17). “Lembra-te, SENHOR, das tuas misericórdias e das tuas bondades, que são desde a eternidade” (Salmos 25.6).

DEVOCIONAL CHARLES SPURGEON

CONVITE FEITO

leaves-2910250_960_720

“Ouve, SENHOR, a minha voz quando clamo; tem também piedade de mim, e responde-me.” Sl 27:7 

Há orações que fazemos por força do hábito, sem significativo envolvimento espiritual. Elas não passam de frases repetitivas, que logo esquecemos depois de “amém” final. A oração de Davi. No Salmo 27, nada tem de habitual: “Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo. Tem também piedade de mim e responda-me” (Salmo 27:7).

Vivendo em um mundo como o nosso, cheio de tribulações e ameaças, o salmista finalmente se convenceu da futilidade dos esforços humanos. Uma a uma, as soluções do mundo foram abandonadas. Aí, após experimentar o poder e a misericórdia de Deus, Davi concluiu: “Espera no Senhor, anima-te e Ele fortalecerá o teu coração – espera, pois, no Senhor” (verso 14).

Exatamente como acontece conosco, Jeremias sofreu, em função da sua fidelidade ao Senhor. Os religiosos que confiam apenas nas suas tradições litúrgicas, vão descrendo das soluções humanas, até chegar ao ponto de clamar ao Senhor. A promessa de Deus a Jeremias é feita também para nós: “Clama a Mim e te reponderei e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes, que não sabes (Jeremias 33:3). O convite do Senhor está feito. Nosso papel é aceitar.

AMOR EM CRISTO

BEM SUCEDIDO

trees-2802037_960_720

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e Ele endireitará as suas veredas” Pv 3:5-6.

Muitos confiam na sua própria capacidade ou no seu dinheiro, mas, como cristãos, nossa confiança tem que estar depositada inteiramente no Senhor. Ainda que venham tantas circunstâncias ruins querendo nos desviar do alvo, que é Cristo, não podemos desanimar. Precisamos nos entregar com tudo que somos e temos ao Pai, que nos chamou para ter uma vida completamente rendida a Ele. Todos os que assim caminham nunca serão desapontados, pois nosso Deus é fiel à Sua Palavra. E Ele guarda e cuida de todos os que O amam.

Confiar é crer e acreditar na integridade de alguém. Confiar também é deixar-se ser cuidado por uma pessoa ou se entregar. Nosso Deus e Salvador é muito mais do que “alguém”; Ele é o Criador de todas as coisas e sabe o que é melhor para Seus filhos. Portanto façamos Dele nosso guia, ajudador, refúgio, conselheiro e Senhor de tudo em nós, acreditando que Nele podemos confiar, pois nosso Pai é perfeito, justo e bom. Não devemos duvidar de Sua voz, promessas e mandamentos, mas crer, esperar e obedecer conforme tudo o que está nas Escrituras. Feliz é o homem que entrega a Cristo todos os sonhos e planos, pois ele será bem sucedido em tudo que fizer.

DEVOCIONAL LAGOINHA

DISCIPLINA ESPIRITUAL

nature-3159121_960_720

Mateus 7:7 – “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.”

O ensino bíblico é definitivo, quanto à origem das coisas e experiências que abençoam nossa vida de discípulos do Cristo: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto, descendo do Pai das luzes, em Quem não há mudança, nem sobra de variação” (Tiago 1:17). Por outro lado, nosso Cristo deixou bem clara nossa atitude, quanto à perseverança que devemos assumir, no que se refere a buscar em Deus a solução de nossos problemas. “Pedi e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei e abrir-se-vos-á” (Mateus 7:7).

Nosso grande problemas espiritual é a autossuficiência. Na prática diária, vivemos como se tudo dependesse do nosso próprio esforço: o papel do Senhor seria apenas o de assinar embaixo, reconhecendo nossa própria capacidade e autoridade.

Nenhum dos dois lados merece ser exagerado. Não deverá haver dúvida, quanto à origem de nossas bênçãos. Já o salmista, séculos atrás, nos ensinou: “O Senhor é meu Pastor: NADA me faltará”. (Salmo 23:1). Entretanto, para receber as bênçãos planejadas pelo Senhor, temos que nos submeter à disciplina espiritual estabelecida por Ele: “pedir, buscar, bater”. Não somente de vez em quando, nas horas complicadas da vida. Comungar com Cristo e praticar nossa dependência Dele é matéria de primeira necessidade. Porque “aquele que pede, recebe; o que busca, encontra; e ao que bate, se abre” (verso 8). Ponto final.

AMOR EM CRISTO