* NA QUARTA VIGÍLIA DA NOITE

“(…) já se fazia escuro e Jesus ainda não viera ter com eles

(…) por volta da quarta vigília da noite, veio ter com eles, andando por sobre o mar.”

(João, 6.17b e Marcos, 6.48b)

”Ainda” . Com essa palavra, João parece denunciar o ambiente de inquietação que se instalava entre os discípulos no meio do mar. Por mais que eles relutassem em tecer tais conjecturas, as altas ondas, o rijo vento, o barco afundando, a hora avançada, as forças mitigadas, o negrume da noite, todas as coisas pareciam apontar para um “atraso” divino, uma falta de sincronia entre a ação de Deus e as necessidades humanas, uma distração de Deus em face ao desespero humano.

Diz o texto que, naquele momento de medo, pânico, perplexidade, e de total incapacidade de não atribuir a Deus a falibilidade humana, Jesus vem andando por sobre as águas e o Seu relógio marcava a quarta vigília da noite. Teria Deus perdido a hora? Dormido no ponto? Havia o relógio divino trabalhado descompassado com a hora do nosso sofrimento? Teria Ele abdicado do compromisso radical que tem com as nossas vidas?

Não! Diz o texto enfaticamente: Ele veio na quarta vigília da noite. Por que? Porque é na quarta vigília que a noite se faz mais escura, as ondas mais revoltas e os ventos mais rijos em razão da proximidade do nascer do sol (o texto atesta esse fenômeno quando diz que neste período eles remavam com dificuldade “porque o vento lhes era totalmente contrário”). Como sempre, o relógio de Jesus estava rigorosamente pontual. Veio quando a escuridão era mais densa, as ondas mais encapeladas e os ventos totalmente adversos.

O relógio de Jesus é assim: sincronizado com o nosso sofrimento e as nossas dores. Jamais chega atrasado em nossa vida para a manifestação de Sua graça e de Sua misericórdia. Jamais posterga o milagre esperado. Ele sempre aparece quando a noite se faz mais escura e os ventos são totalmente contrários.

Talvez, muitos de nós estejamos, hoje, vivendo essa “síndrome do ainda”. Uma terrível sensação de que Deus perdeu a hora, Deus perdeu o bonde da história de nossa vida; um Deus atrasado em cumprir as Suas promessas. Talvez, muitos de nós estejamos nutrindo em nossas vidas essa idéia de um Deus distraído e incapaz de manifestar a Sua graça no tempo certo de nossos sofrimentos.

Precisamos entender isto: o Relógio de Jesus nunca falha. Ele Sempre aparece. Quando as trevas forem mais densas, as ondas mais revoltas e se fizer a quarta vigília da noite, louvemos e cantemos ao Senhor. Porque está vindo ao nosso encontro.

Creiamos nisto.

Rev. José Kleber Fernandes Calixto

About these ads

12 respostas em “* NA QUARTA VIGÍLIA DA NOITE

  1. AS VEZES NAO ENTEDEMOS EM QUAIS DAS VIGILIAS ESTAMOS:
    SE NA PRIMEIRA, SEGUNDA OU TERCEIRA, MAS COM CERTEZA
    DA QUARTA NAO PASSAREMOS NEM NAUFRAGAREMOS, PORQUÊ
    JESUS VIRAR NOS SOCORRER E NOS CONVIDARÁ PARA ANDAR
    COM ELE SOBRE AS ÁGUAS E SE TENDERMOS A AFUNDAR
    ELE NOS DARÁ MÃO PORQUÊ ELE É NOSSO REFUGIO
    SOCORRO BEM PRESENTE NA HORA NA HORA DA TRIBULAÇÃO

    JOSE LEITE

  2. muito obrigado por essa palavra poderosa que nos diz não importa a vigilia da noite que estejamos o senhor JESUS sempre se faz presente na que ele deve agir

  3. Thaty

    Eu estava procurando o entendimento para a quarta vigilia da noite, nao
    estava entendo o q o Senhor queria falar comigo, mas agora as coisas es
    tao mais claras para mim.
    Obrigada, q Deus te Abençoe

  4. que Deus possa inspirar pessoas como essa! para dar uma palavra de alivio ao aflito, uma palavra de animo ao cansado, curar as feridas da alma com as palavras vivas do nosso Deus,que Deus abençoe sua vida, Rev: José

  5. como eu senti a presença de Deus quando meus olhos viram estas palavras e percebi que Deus está mais próximo do que nos peçamos.

  6. Hoje mesmo eu estava pensando sobre uma luta grande que estou passando com o meu marido e pedia uma resposta a Deus e encontrei aqui. Mesmo na prova eu louvo ao meu Senhor por que sei que ele esta comigo. E eu te digo que viva nesta mesma fé. Amém?

  7. Estava sem animo e muito triste sem direção mais Deus se faz presente sempre que o busco e ele mim diz que posso ter sempre a paz que desejo pra minha vida o amor que desejo sentir sempre em meu coração baste ter fé e acreditar que ele é DEUS! Obrigado senhor pela noite de virgília abençoada em tua presença!

    Cristiane-Maceió/Al.

  8. Também gostei. Mas gosto muito de pensar neste texto como a loucura em se afastar de Jesus, e imaginar ser possível nos antecipar e enfrentar a caminhada; com seus ventos, ondas e a escuridão longe D’ele, foi o que fizeram seu dicípulos, e, é o que muitos e mesmo nós as vezes fazemos nos aventuramos em repetir a história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s